Jornal do Commercio
samba

Arlindo Cruz canta no Botecão 2012

Sambista não vem ao Recife há anos, e se apresenta neste sábado (26) no Botecão 2012, no Clube Português

Publicado em 25/05/2012, às 06h15

Arlinod Cruz encerra o Roda de Boteco 2012 - Botecão / Divulgação

Arlinod Cruz encerra o Roda de Boteco 2012 - Botecão

Divulgação

Do JC Online

O festival de gastronomia Roda de Boteco 2012 – o Botecão –, chega ao fim neste sábado (26) no Clube Português, a partir das 17h. Os recifenses vão pode aproveitar todos os petiscos que fizeram parte do evento, disponíveis ao público até sábado passado. A principal atração da noite é o show Batuques e canções, do cantor e compositor Arlindo Cruz, que há dois anos não faz show na cidade. Para completar a festa com mais samba e pagode, as bandas Batuk de Bamba, Grupo Família e Só na Marosidade se apresentam.

Serviços

Festival Roda de Boteco 2012 - neste sábado (26), a partir das 17h, no Clube Português (Av. Conselheiro Rosa E Silva, 172, Aflitos). Ingressos: R$ 40 e R$ 20, à venda no local, nos bares do festival e no site blueticket.com.br. Informações: 3076-9178 e www.rodadeboteco.com.br

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM