Jornal do Commercio
FILME

Chico Science ganha documentário em 2016

Co-produção entre a RTV, Globo filmes e Globo Nordeste deve ficar pronto no começo do próximo ano. Gravações do filme biográfico começam neste mês

Publicado em 05/08/2015, às 06h03

Apresentação da Chico Science & Nação Zumbi no Central Parque, em Nova Iorque, será exibida na íntegra / Foto: Reprodução/RTV

Apresentação da Chico Science & Nação Zumbi no Central Parque, em Nova Iorque, será exibida na íntegra

Foto: Reprodução/RTV

Karol Pacheco

Chico Science, Um Caranguejo Elétrico é o nome que o atual vocalista da banda Nação Zumbi, Jorge Du Peixe, escolheu para batizar o documentário sobre a vida do mangueboy, que deve chegar às telas em janeiro de 2016 - ano que culmina, em fevereiro, com a homenagem ao malungo no bloco Galo da Madrugada; e, em março, com os 50 anos de nascimento do ídolo pernambucano. Dirigido por José Eduardo Miglioli, que corroteirizou o projeto ao lado do jornalista e repórter do Jornal do Commercio José Teles, o telefilme é uma co-produção entre a RTV Produções, a Globo Filmes e a Globo Nordeste, e conta o aporte de  R$ 526,5 mil da Agência Nacional do Cinema - Ancine, através de incentivo fiscal.

As imagens que alimentaram o sonho de Ricardo Carvalho, jornalista e proprietário da RTV, de fazer um filme contando a história de Chico Science, grande ídolo seu, foram gravadas há mais de 20 anos. Se trata do show no Festival SummerStage, no Central Parque de Nova Iorque, a primeira viagem internacional do músico pernambucano com a Nação Zumbi. “Pra mim, o mais importante de tudo isso é a gente prestar uma grande homenagem a Chico", se orgulha. Embora o vídeo guarde imagens inéditas do show em solo norte-americano, o documentário biográfico vai além do show, contemplando várias facetas da trajetória de Science.

O filme Chico Science, Um Caranguejo Elétrico se desenrolará em três atos. Confira no Saiba mais:

A LAMA
Como Francisco de Assis França virou Chico Science? Desde Rio Doce, quais elementos (cultura popular, amigos, bailes funk) formaram o mangueboy?

O CAOS
O Recife dos anos 1990 e o movimento Mangue Beat. A trajetória de Chico Science com a Nação Zumbi – do Recife ao palco do Festival SummerStage.

O LEGADO
O último ato de Chico Science, Um Caranguejo Elétrico mostra a herança musical do manguebeat, seja em novas bandas ou em pesquisas acadêmicas. 

As filmagens estão engatilhadas para começarem no segundo semestre deste mês de agosto. Entre as primeiras locações, está o show a Nação Zumbi no próximo dia 15, no Clube Português, local da última apresentação da banda com Chico Science (em 1996, nos tempos do álbum Afrociberdelia) na capital pernambucana. O repertório deve contemplar o disco homônimo Nação Zumbi, lançado em 2014 - o mesmo clube foi palco do lançamento de outro disco, há dez anos, o Futura.

Veja a matéria completa na edição impressa desta quarta-feira (5) no Jornal do Commercio.


Comentários

Por João Higino Filho,29/11/2017

Eles fizeram fama e dinheiro tudo as minhas custas.

Por ricardo carvalho,03/03/2016

Vai ser exibido , dia 12 de março, à noite, na TV-Globo Nordeste.

Por João Higino Filho,13/12/2015

Portal do Professor - Biomas brasileiros - Manguezais portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=9052 3 de dez de 2009 - Segue abaixo o sítio que tem um vídeo com a apresentação da música e letra. Manguetown. Chico Science. Composição: João Higino Filho.

Por Thiago,13/10/2015

Esse João Higino Filho é maluco, doido da pedra, o cara vive falando que criou o movimento, como se fosse algo palpável kkkk. Internem esse cara, taquipariu!

Por joão Higino Filho,12/10/2015

Só sei é de uma coisa foi mais de 500,000 mil jogados fora porque não tem como provar que Chico Science criou realmente o meu Mangue Beat. Fica na História Pernambucana esse Buraco vazio que não se pode preencher.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM