Jornal do Commercio
RUÍDO

Mostra de shows do Continuum em fim de semana de música experimental

Sonoridades terá Grilowsky, Yuri Bruscky, Hrönir e Binário, quatro dos principais nomes da experimentação sonora em Pernambuco

Publicado em 28/05/2016, às 08h37

Grilowsky faz performance construída a partir de áudios enviados pelo público via WhatsApp / Foto: Keise Menezes/ Divulgação
Grilowsky faz performance construída a partir de áudios enviados pelo público via WhatsApp
Foto: Keise Menezes/ Divulgação
GGabriel Albuquerque

A mostra Sonoridades do festival de arte e tecnologia Continuum reúne hoje e amanhã no Roda Cultural alguns dos principais nomes da música experimental de Pernambuco. Hoje, a partir das 16h, apresentam-se o músico Grilowsky e o projeto Binário. Domingo, no mesmo horá- rio, é a vez do artista sonoro Yuri Bruscky e do grupo Hrönir. 

Como o tema do festival é Privacidade, alguns dos músicos resolveram criar trabalhos ligados à temática. “A privacidade se escancarou, abriu as portas e as pernas da percepção e se mostra de olhos fechados. Redes antissociais, grupos de família no uatizapi, selfie do outro, olho mágico sem poder, câmeras de insegurança institucional, GPS patrulha, milícia armada e playboys no poder”, escreve Grilowsky ao introduzir a sua apresentação.

Figura conhecida do underground Recifense, Grilo já gravou mais de 30 discos por uma série diversa de bandas, como Gnomos da Metrópole, Geladeira Metal e Monstro Amor, além de álbuns solos – os mais recentes são Guitar Sessions e Berliner Sessions, gravados ano passado na Alemanha. Desta vez ele fará uma performance baseada em áudios enviados pelo público via WhatsApp com intervenções improvisadas na guitarra, acentuando a privacidade e relações afetivas urgentes no contexto hiperdigital.

Yuri Brucky vem acompanhado de seus sintetizadores modulares e gravações de campo na obra Variações (Sobre Besouros, Caixas e Entornos), que une técnicas de síntese e composição eletroacústica na criação de paisagens sonoras. O título é uma referência à ideia de “linguagem privada”, teorizada pelo filósofo Wittgenstein em Investigações Filosóficas.

“Quero abordar a privacidade no sentido de uma instância subjetiva e intersubjetiva, de interioridade e exterioridade, que no fim das contas é a relação do eu com o Outro. Pra mim, isso é muito significativo do que é estar numa paisagem aural e de uma relação com os sons do nosso entorno. O som também atua na construção de uma espacialidade e na fruição de sentidos que são sempre ambíguos”, aponta Yuri, que também é curador do selo Estranhas Ocupações e, em parceria com Cássio Sales (da Cosmogrão), organiza o ciclo de música experimental Rumor.

Atualmente um quarteto, o Hrönir, que em janeiro lançou o álbum Massacre de Golfinhos... pelo Estranhas Ocupações, apresenta-se numa versão duo com Thelmo Cristovam e Túlio Falcão, os fundadores do grupo. Segundo Thelmo, o show será divido em duas partes. Na primeira, improvisam a partir da bula de Anagrama, faixa de seu primeiro disco, Bardo Thödol (2004); depois, partem para o improviso livre. Já o Binário é um novo projeto de H.D. Mabuse (membro e organizador do extinto coletivo Re:Combo) com os músicos Igor Holanda e Queops Negronski. A proposta é experimentar misturas entre texturas noise, construções rítmicas das ruas e música pop.

EXPOSIÇÃO

A exposição do Continuum continua aberta até domingo na Torre Malakoff e conta com mostra de games, vídeos e exposições. Um dos destaques é a obra Sem Título, de Thelmo Cristovam, uma instalação sonora imersiva criada a partir de gravações de campo. O trabalho é construído em diálogo com linguagens matemáticas, biológicas e aspectos da psicoacústica e da acusmática, temas que Thelmo pesquisa.

SERVIÇO

Mostra de Shows Sonoridades, do festival Continuum
Sábado, com Grilowsky e Binário; e domingo, com Hrönir e Yuri Bruscky 
A partir das 16h (ambos os dias), no Roda Cultural
Na Rua Madre de Deus, 66, Bairro do Recife. Atrás da Livraria Cultura
Gratuito

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM