Jornal do Commercio
Pop

Há 10 anos, Britney Spears raspava a cabeça em meio a fase conturbada

2007, ano emblemático na vida da cantora, resultou no disco Blackout

Publicado em 16/02/2017, às 15h07

Momento conturbado da vida de Britney Spears foi transformada em arte com o Blackout / Reprodução
Momento conturbado da vida de Britney Spears foi transformada em arte com o Blackout
Reprodução
JC Online

Na internet, a frase "se Britney sobreviveu a 2007, você sobrevive a este dia" virou uma espécie de meme. Significa que, não importa o problema que você esteja passando, as adversidades enfrentadas pela cantora há 10 anos, quando chegou à beira do precipício, eram ainda maiores. E ela superou. Emblemático para este período, o momento em que a diva americana raspou a cabeça, durante uma madrugada, seguida por paparazzi, completa dez anos nesta quinta-feira (16).

Uma das celebridades mais vigiadas do mundo desde que ascendeu à fama mundial, quando tinha apenas 17 anos, Britney Spears sofria há anos com a perseguição de fotógrafos. Cada passo seu era milimétricamente fotografado. E em 2007, quando tinha apenas 25 anos, essa relação doentia chegou ao auge. 

Recém-separa de Kevin Federline , com quem teve dois filhos, Britney sofria pressões de sua gravadora, ao mesmo tempo em que buscava maior independência artística e chegou a gravar muitas canções que falavam sobre o lado obscuro da fama e da indústria musical. A tentativa de controlar Britney, a dor da separação, a maternidade, os paparazzi, a perda de uma tia querida, tudo parece ter contribuído para um momento de instabilidade psicológica da cantora, que foi cruelmente registrado por toda a mídia. 

Ao raspar o cabelo, Britney Spears atestava o auge de sua rebeldia contra as expectativas que as pessoas tinham dela. Instável emocionalmente, ela não teve apoio ou suporte. Pelo contrário, a mídia só queria mais e mais, como a cantora versaria depois na música Gimme More.

SUPERAÇÃO

2007 foi um ano que parecia não ter fim para a cantora e seus fãs. Fotos de noitadas, momentos de choro, abuso de substâncias, instabilidade da cantora eram recorrentes. Foi neste período, também, que ela lançou seu trabalho mais vigoroso, o álbum Blackout, considerado até hoje um clássico do pop.

Apesar de tudo e contra todas as probabilidades, Britney triunfou e, hoje, parece feliz e serena, dando continuidade a uma das carreiras mais bem sucedidas da história da música. Associada à imagem de garota frágil e indefesa, Britney provou que, acima de tudo, é uma sobrevivente.

Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM