Jornal do Commercio
APR 2017

Suicidal Tendencies será uma das atrações do Abril Pro Rock 2017

Americanos se apresentam na sexta-feira (28), no mesmo dia dos conterrâneos da Tiger Army

Publicado em 10/03/2017, às 10h54

Banda está prestes a lançar o álbum 'Word Gone Mad' / Foto: Reprodução/Facebook
Banda está prestes a lançar o álbum 'Word Gone Mad'
Foto: Reprodução/Facebook
JC Online

Atualizada às 15h31

Festival Abril Pro Rock confirmou mais uma atração para sua edição de 25 anos. A banda americana Suicidal Tendencies se apresenta na sexta-feira (28), primeiro dia do evento, e traz um convidado especial no comando das baquetas: Dave Lombardo, ex-Slayer.

O show no Recife é o segundo de uma série de três apresentações do grupo no Brasil. Na quinta-feira (27), um dia antes de chegarem por aqui, eles sobem ao palco do Imperator, no Rio de Janeiro. Sábado (29) será a vez de São Paulo conferir a performance, que acontece no Tropical Butantão.

A vinda do Suicidal Tendencies ao País é resultado da parceria da produção com o Abril Pro Rock com o projeto Honorsounds e promove o Word Gone Mad, novo disco da banda que será lançado em breve.

O Abril Pro Rock 2017 acontece nos dias 28 e 29 de abril, no Classic Hall, em Olinda.

PROGRAMAÇÃO

Além do Suicidal Tendencies, já foi confirmada para o primeiro dia do APR 2017 a americana Tiger Army. Já para o segundo, os nomes confirmados até o momento são Angel Corpse (EUA), Cockney Rejects (ING), Nocturnal (ALE), One Arm Way (PE/SP), Violator (BSB) e Nervosa (SP).

Os ingressos custam a partir de R$70 e R$35 (meia-entrada), disponíveis para compra AQUI. Os pontos físicos de venda devem ser divulgados em breve.

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM