Jornal do Commercio
Meu Canto

Entrevista: Sandy promete emocionar público do Teatro Guararapes

Cantora vem com fome de palco movida pela saudade que sentia do público pernambucano e esclarece, de vez, a polêmica ocorrida no 'SuperStar'

Publicado em 17/03/2017, às 05h00

Sandy está pronta para iniciar a temporada 2017 da Turnê Meu Canto no Recife. / Foto: NPL/Divulgação
Sandy está pronta para iniciar a temporada 2017 da Turnê Meu Canto no Recife.
Foto: NPL/Divulgação
Robson Gomes

“Seja bem-vindo / Entre sem bater / Sem julgar / Sem tentar entender”: Esses são os primeiros quatro versos que o público do Teatro Guararapes vai ouvir, vindos de uma silhueta “misteriosa” refletida atrás de uma porta antiga com janela. É assim que começa o show da turnê Meu Canto, que a cantora Sandy apresenta nesta sexta-feira (17), às 21h, no Teatro Guararapes, em seu retorno a Pernambuco após cinco anos de ausência.

O motivo para tão longo tempo sem se apresentar, não só no Recife, mas no Nordeste, segundo a própria Sandy, era uma questão de logística. “Levar o nosso equipamento é sempre muito complicado. Agora que faço shows em lugares menores, é muito caro trazer a turnê para a região do ponto de vista da produção. Eu não conseguia viabilizar a minha ida e ficava muito frustrada com isso. Aí eu falei: ‘Quer saber? Vamos fazer tudo a gente mesmo, do nosso jeito’”, disse a cantora em entrevista ao JC. A passagem independente da cantora que começa hoje por Pernambuco, amanhã em João Pessoa e termina domingo em Natal acarretou num preço de ingresso bem salgado, mas que não afastou os verdadeiros fãs.

O único desfalque que a etapa nordestina da turnê Meu Canto sofre é a baixa de dois músicos na banda. “Tô conseguindo levar a estrutura praticamente completa e isso me deixa muito feliz. Eu não queria fazer um show meia-boca, nem levar um espetáculo pela metade para meu público porque acho que eles merecem assistir do jeito que ele é, assim como as outras pessoas assistem”, enfatizou Sandy.

Mesclando o repertório de músicas de seus discos solo Manuscrito (2010), Sim (2013) e alguns covers, as cinco faixas inéditas do CD e DVD Meu Canto – Ao Vivo também entram no show, com destaque para Me Espera, gravada em parceria com Tiago Iorc, alcançando mais de 33 milhões de visualizações no YouTube; além de Salto, uma canção dedicada a seu marido, o músico Lucas Lima: “Eu acho que o romantismo não tem idade, não tem época e ele está impregnado nas minhas músicas de maneira intensa”, disse a cantora. Também é esperada a inédita Respirar, que acaba de gerar um clipe que será lançado em breve. E, aos fãs do Recife, promete colocar hoje duas canções que não estão no DVD: “Mas quero fazer surpresa”, adiantou.

PINGOS NOS IS

A presença de Sandy em Pernambuco também vem para sepultar de vez o mal-entendido que foi criado na época do SuperStar em 2016, quando foi acusada nas redes sociais de preconceito contra os nordestinos ao votar contra a banda pernambucana Fulô de Mandacaru na final do reality da Globo, em que era uma das juradas.

“Fiquei um pouco chateada, sim. Fizeram uma interpretação muito de má fé. Me acusaram de preconceito, mas na verdade, preconceituoso era quem estava falando aquilo, pois tiravam conclusões sem saber de nada. Eu sempre amei o Nordeste, fiz shows na região com muito carinho e sempre fui bem recebida, nunca falei nada de mal. Além disso, já tinha votado a favor da Fulô nas etapas anteriores. Não estava armando contra, mas naquele momento não era a banda adequada para vencer e era minha opinião de jurada. Mas isso passou, faz tempo e tenho certeza que foi uma minoria. Tem um público enorme esperando pelo meu show e isso não vai atrapalhar em nada o meu carinho e amor por eles”, esclarece a cantora.

Durante 90 minutos, Sandy promete entregar hoje à noite mais que um espetáculo. Será um encontro com o mais íntimo de seus sentimentos, expostos ao público em forma de canções.

Serviços

Sandy – Turnê Meu Canto: Nesta sexta-feira (17), às 21h, no Teatro Guararapes. Ingressos: R$ 200 (balcão), R$ 250 (Plateia B) e R$ 300 (Plateia A), com direito a meia-entrada. À venda no site Guichê Web, nas lojas Water dos shoppings Tacaruna, Plaza e Recife e no local.

Recomendados para você


Comentários

Por Valmir Viana,17/03/2017

Sandy Junior, faça um favor para 80,90 dos pernambucanos, não venha cantar por aqui não, q por aqui tem coisa melhor q você, até mesmo no sul, sudeste onde morei e trabalhei, tem cantoras bem melhor q você e aquel tal de Wanessa Camargo, OK ??



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.
#PeloCaminhar #PeloCaminhar
Mais do que mobilidade, caminhar também é apropriar-se da cidade. Mas o caminhar está difícil. A mobilidade a pé necessita de uma infraestrutura própria, decente, que eleve o pedestre ao posto maior. Por isso o JC lança a discussão #PeloCaminhar.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM