Jornal do Commercio
Show

Alice Caymmi faz seu baile na Odara Ôdesce

Cantora se apresenta sábado, no Catamaran

Publicado em 07/04/2017, às 05h47

Alice Caymmi comanda a festa na Odara / Sérgio Bernado / JC Imagem
Alice Caymmi comanda a festa na Odara
Sérgio Bernado / JC Imagem
Bruno Albertim

O Catamaran, às margens do Capibaribe, vira palco, neste sábado, para o carnaval atemporal de Alice Caymmi. A cantora carioca é a principal atração da festa neo-tropicalista Odara Ôdesce, sob o comando das produtoras e DJs Allana Marques e Lala K. Acompanhada apenas de um DJ, a cantora faz um show-baile em que canções de Rainha dos Raios, seu último e aclamado trabalho de estúdio, ganham a companhia de versões sui generis de algumas pérolas do cancioneiro popular brasileiro nem sempre ungidas pelos donos das listas do bom gosto.

Um dos pontos altos da noite deve ser a versão para Louca, composição da mexicana Thalia e sucesso com a banda Kitara. “Perguntei para uma amiga aí do Recife o que ela andava ouvido do brega e conheci a música”, ela conta. “Assim que ouvi, tive a certeza de que iria fazer um funk com ela”. A versão é sucesso antes mesmo de ser incluída em disco.



CILADA

Não se deve, portanto, esperar a Alice epicamente pop e teatral do show Rainha dos Raios, nem a cantora emoldurada em guitarras do show apresentado no último Abril pro Rock. Neste show despretensioso, Alice destila doses generosas de um humor afiado para imprimir poéticas insuspeitas em canções banalizadas pela populismo. Sua versão para Cilada, do Grupo Molejo, por exemplo, dilui paradigmas. É, enfim, um grande show para o deleite do corpo.

Alice Caymmi na Odara Ôdesce – amanhã, às 17h, no Catamaran (Cais das 5 Pontas, s/n, Bairro de São José). R$ 45.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM