Jornal do Commercio
Feminicídio

Banda Eddie e Criolo se manifestam contra assassinato de Mirella

Artistas repudiaram a violência do machismo em show no Recife

Publicado em 08/04/2017, às 18h31

Fabio Trummer (ao centro) convocou o público a repudiar o machismo / Divulgação
Fabio Trummer (ao centro) convocou o público a repudiar o machismo
Divulgação
JC Online

Manifestações contra o machismo e a misoginia motivadas pelo homicídio da fisioterapeuta Mirella Sena, 28 anos, marcaram a apresentação do rapper paulistano Criolo e da banda olindense Eddie, sexta-feira à noite, no Clube Português, centro do Recife. Durante seus shows, ambos se pronunciaram contra o assassinato de Mirella.



"Somos todos Mirela. Não podemos deixar essa crime impune", disse o vocalista da Eddie, Fabio Trummer, convocando o público para participar de um ato contra o machismo na Praia de Boa Viagem neste domingo. O rapper paulistano Criolo também se pronunciou contra o machismo na sociedade brasileira e elogiou a juventude pernambucana engajada na luta contra a especulação imobiliária dos espaços públicos no Recife.

APLAUSOS

O público aplaudiu de forma entusiasmada os discursos e as apresentações dos músicos


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM