Jornal do Commercio
Música

Pedro Novis, da Odebrecht, já foi parceiro de Caetano Veloso

Empresário foi amigo de infância do tropicalista

Publicado em 18/04/2017, às 14h13

Pedro Novis, gravado por Gal / foto: MercoPresso/Reprodução
Pedro Novis, gravado por Gal
foto: MercoPresso/Reprodução
JC Online

A voraz Odebrecht, como o samba, nasceu na Bahia, estado com um ouvido musical que não é normal. Portanto, entre os seus executivos inevitavelmente não poderia deixar de haver alguém com talento para a música popular. No caso, Pedro Novis, ex-presidente da empreiteira (sucedido por Marcelo Odebrecht). Amigo de infância de Caetano Veloso, Novis é parceiro dele em Relance, lançada por Gal Costa, no antológico álbum India, em 1973.



OUTRO


Não é o único baiano, envolvido na Lava Jato, com pendores artísticos. O marqueteiro João Santana, já pertenceu ao grupo Bendegó, que acompanhou Caetano Veloso na gravação e na turnê do álbum Jóia, em 1975. Santana era então conhecido por Patinhas e é parceiro de, entre outros, Moraes Moreira no sucesso Forró do ABC.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM