Jornal do Commercio
LANÇAMENTO

Johnny Hooker faz estreia triunfal de 'Coração' no Parque Dona Lindu

Cantor apresentou novo repertório em show lotado. Ele agora parte para shows no Sudeste, incluindo o festival Rock In Rio

Publicado em 06/08/2017, às 21h17

Johnny Hooker lançou se / Foto: Reprodução/ Facebook
Johnny Hooker lançou se
Foto: Reprodução/ Facebook
GG ALBUQUERQUE

O domingo foi de comemoração dupla triunfal para Johnny Hooker. Celebrando o seu aniversário de 30 anos, o cantor estreou com sucesso a turnê de Coração, seu segundo álbum, para um público apaixonado que lotou o Parque Dona Lindu.

Muitas pessoas chegaram cedo, por volta das 16h, para garantir um bom lugar. Marcado para as 17h, o show só teve início às 18h. O atraso, porém, não diminuiu o entusiasmo do público (formado em sua maioria por jovens na faixa dos 20 anos, mas com boa presença de senhores de 40 e cabeças brancas), que dançava ao som de hits LGBTT – como A Força da Mulher Sapatona (de GA31, lê-se Gabi) e Sissy That Walk (da drag queen Ru Paul).

Quando uma propaganda do Natura Musical (que patrocinou o disco e a turnê) foi o projetada, os fãs já foram aos gritos – isto antes mesmo dos músicos pisarem no palco. A banda puxou a introdução de Touro e Hooker saiu de trás de uma cortina, majestosamente conclamando sua resiliência: “Olha eu aqui de novo/ Viver, morrer, renascer/ Firme e forte feito um touro”.

Em entrevista ao JC, o cantor revelou que Coração é um disco de superação, formado após o sofrimento de viver um relacionamento abusivo. Fez questão de reafirmar a história ao entoar o samba Eu Não Sou Seu Lixo, que foi acompanhada por projeções de resposta ao parceiro: “agressivo”, “heteronormativo”, entre outros

Para além da sofrência e do brega lamurioso, músicas como a já citada Eu Não Sou Seu Lixo, o samba-reggae Manteiga de Garrafa e o ijexá Caetano Veloso adicionaram mais balanço ao show de Hooker e propiciaram maior destaque à sua ótima banda de apoio – incluindo aplaudidos solos de trompete e guitarra ao fim desta última canção.



O novo repertório trouxe ao show de Hooker maior dinâmica e variedade musical, mas a essência de seu show é a mesma: um ritual passional de purgação, um corpo coletivo cantando as canções para afastar as dores. Este DNA fica evidente especialmente em seus hits Volta e Alma Sebosa. Não à toa, após cantar Página Virada em uma mesa de bar com um copo de uísque na mão, ele fez “um brinde aos corações que resistem a tudo”. E pouco antes do fim do show, fez questão de agradecer a Érica Colaço, fotógrafa que fez a capa do álbum e que, em suas palavras, lhe deu apoio durante um ano difícil de sua vida.

Se em disco as canções de Hooker soam monotemáticas, no calor do palco elas ganham uma outra vida. Isto se deve à alegria carnavalesca dos fãs e, claro, a Johnny e sua banda, que conseguem criar um canal de identificação direta pelas canções. A estreia de Coração no Dona Lindu comprovou a desenvoltura de Hooker enquanto performer – e seu potencial para crescer mais enquanto artista pop.

BRASIL AFORA

A turnê de Coração prossegue este mês no Rio de Janeiro (dia 25, no Circo Voador) e em São Paulo (dia 26, na Casa Natura Musical).

O maior show de Johnny, no entanto, acontece em setembro, no Palco Sunset do Rock In Rio. Sua apresentação terá participações da cantora paulista Liniker e do caruaruense Almério. O encontro entre os três cantores ocorreu durante o carnaval, no festival Rec-Beat em 2016. Na ocasião, Liniker fez um dueto de Você Ainda Pensa em Mim? com Hooker.

Desta forma, Johnny Hooker será o segundo representante de Pernambuco no Rock In Rio, que contará também com show de Nação Zumbi com Ney Matogrosso no mesmo Palco Sunset.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Gustavo Farias,09/08/2017

Esse show ARREPIOU todos que lá estavam. Johnny Hooker arrasou em todas as performances. A nova roupagem que ele deu a canção VOLTA ficou extraordinária, um ritmo sedutor e ao mesmo tempo intenso. Você Ainda Pensa? também foi alucinante. E sem dúvida alguma, o público marcou presença com mais de mil. ARRASOU.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM