Jornal do Commercio
DENÚNCIA

Ex-Pussycat Dolls diz que grupo é uma ''rede de prostituição''

Kaya Jones afirmou que precisou ''dormir com executivos da música" durante o tempo em que esteve na girlband

Publicado em 16/10/2017, às 14h22

As Pussycat Dolls pausaram a carreira em 2010 / Foto: Reprodução
As Pussycat Dolls pausaram a carreira em 2010
Foto: Reprodução
JC Online

Ex-integrante das Pussycat Dolls, a cantora Kaya Jones usou sua conta no Twitter para fazer revelações a respeito da época em que fez parte da girlband norte-americana, entre 2003 e 2005. Hoje aos 33 anos, Kaya contou que o grupo funcionava como uma "rede de prostituição" que a obrigava "a dormir com executivos da indústria musical''. 

''A verdade é que eu não estava em uma girl band. Estava numa rede de prostituição. Oh, e por acaso até cantávamos e éramos famosas, mas quem fazia dinheiro eram os nossos 'donos''', escreveu ela.

Ela continuou afirmando que fazer sexo contra a vontade era "parte do jogo". ''Para fazer parte do time, você tinha que jogar no time. Ou seja, dormir com quem eles diziam. 'Quão ruim foi?' As pessoas perguntam. Ruim o suficiente para me afastar dos meus sonhos, colegas de banda e um contrato discográfico de 13 milhões de dólares. Nós sabíamos que seríamos número 1 nas paradas''.



SUICÍDIO

Kaya Jones também citou o nome de Simone Battle, ex-integrante das Pussycat Dolls que cometeu suicídio por enforcamento, aos 25 anos, em 2014. 

"Eu quero que a líder do grupo confesse porque outra de suas garotas cometeu suicídio. Conte ao público porque você as quebrou mentalmente'', emendou.

No último dia 9/10, foi anunciada a volta das atividades das Pussycat Dolls, novamente com Nicole Scherzinger como líder e principal vocalista. O grupo pausou as atividade em 2010.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM