Jornal do Commercio
Show

Em sua 1ª vez no Brasil, Dua Lipa arrasta multidão e mostra atitude de diva pop

Desde o desembarque em São Paulo, quando foi recebida por uma multidão de fãs, a cantora mostrou seu potencial de popstar.

Publicado em 14/11/2017, às 08h59

Com apenas 22 anos, a cantora londrina, de origem albanesa, é uma das maiores apostas da indústria / Foto: Youtube/Reprodução
Com apenas 22 anos, a cantora londrina, de origem albanesa, é uma das maiores apostas da indústria
Foto: Youtube/Reprodução
Estadão Conteúdo

Numa semana com shows de Coldplay e Jack Johnson no Brasil, um nome que não passou despercebido foi o da cantora britânica Dua Lipa, uma das maiores revelações do ano na música pop. Desde o desembarque em São Paulo, quando foi recebida por uma multidão de fãs, a cantora mostrou seu potencial de popstar - tanto por empolgar no palco quanto pela atitude de diva com a imprensa.

Com apenas 22 anos, a cantora londrina, de origem albanesa, é uma das maiores apostas da indústria. No último domingo, 12, conquistou o troféu de melhor artista revelação na principal premiação da MTV europeia. A vinda ao Brasil seria para abrir os shows do Coldplay em São Paulo e Porto Alegre, mas, a pedido dos fãs, foi aberto um show solo, realizado na última quinta-feira, 9, na capital paulista, com casa cheia.

O sucesso vem principalmente da música New Rules, cujo clipe acumula mais de 600 milhões de visualizações. No encontro com a imprensa, porém, foram as regras para entrevistá-la que chamaram a atenção. Ao chegar ao local, a reportagem teve o celular tomado. Dua precisava autorizar as perguntas preparadas e escritas no aparelho. Uma foi proibida, a que questionava sobre a chegada ao País, na manhã do dia anterior, quando foi cercada e perseguida por fãs no aeroporto de Guarulhos. Surpresa, a cantora saiu do aeroporto de cabeça baixa e chorando, como é possível ver em vídeos que circulam na internet.

Para a entrevista, também foi proibido falar sobre namorados ou sobre vida pessoal. Não era permitido, também, gravar vídeos para redes sociais ou tirar fotos da artista - o conteúdo multimídia seria feito pela própria equipe dela.

Com simpatia, porém, a cantora conversou com a reportagem sobre o sucesso. "Era algo que eu sonhava, mas que não esperava. Sinto que sou sortuda e abençoada por poder viajar o mundo e experimentar novos públicos todos os dias."



New Rules, seu grande hit, inspirou memes e brincadeiras na internet por causa da letra, que fala sobre as suas três regras para não dar atenção ao ex-namorado. "Meu pai e eu temos uma relação ótima", ela conta. "Ele sempre me manda memes engraçados e coisas relacionadas à música. Acho hilário e muito divertido "

O pai, aliás, é músico e foi uma grande inspiração. "Música sempre esteve presente na minha vida, seguir na carreira era inevitável." Além de cantar - e empolgar o público com suas notas firmes e muito rebolado, como visto nos shows do Brasil -, Dua é também compositora. "Meu trabalho é autobiográfico", explica sobre o álbum de estreia. "Quis falar de experiências pessoais e torcer para que as pessoas se sentissem da mesma forma."

A escolha pelo mundo da música pop veio ainda criança. "Foi o primeiro estilo pelo qual me apaixonei", afirma. Os discos Misunderstood, da cantora P!nk, e Whoa, Nelly!, de Nelly Furtado, foram suas principais inspirações. "Acho que era obcecada por esses dois álbuns."

Apesar do início de carreira, Dua já trabalha com gente grande. Chris Martin a ajudou na composição de Homesick, para o seu álbum de estreia. Em seu show solo em São Paulo, a cantora surpreendeu ao chamar ao palco o líder do Coldplay, que cantou e se embaralhou para tocar a canção no piano. Outro "nomão", o produtor americano Diplo, apresentou a ela Pabllo Vittar, que canta com Anitta na música Sua Cara, do seu grupo Major Lazer. "Pabllo é brilhante, ela e Anitta são minhas amigas de redes sociais", diz Dua, que não descarta uma parceria com a drag queen no futuro.

Futuro

Depois de ter feito o seu primeiro show solo lotado numa arena, há poucos dias, na Bélgica, Dua Lipa está empolgada com o futuro "Gravar meu primeiro álbum foi um grande aprendizado e me deu uma clareza do que quero para a minha carreira", analisa a cantora, que já começa a pensar no seu segundo trabalho. "Agora quero continuar em turnê, tocar em locais cada vez maiores e cantar em lugares diferentes do mundo em que nunca estive."


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM