Jornal do Commercio
Rock

Conheça a banda Tio Che: o lado músico do ator Sergio Guizé

No ar como Gael em 'O Outro Lado do Paraíso', da TV Globo, o artista conta um pouco de sua primeira paixão, que ele exerce profissionalmente há 17 anos: a música

Publicado em 14/01/2018, às 05h00

Sergio Guizé (de óculos, atrás) é guitarrista e vocalista na Tio Che. / Foto: Divulgação
Sergio Guizé (de óculos, atrás) é guitarrista e vocalista na Tio Che.
Foto: Divulgação
Robson Gomes

Diariamente, o ator Sergio Guizé entra em nossas casas dando vida ao controverso Gael na novela O Outro Lado do Paraíso, da TV Globo. Mas o que poucos sabem é que, além da atuação, a música também é algo sagrado para o paulista de 37 anos. A prova disso está na banda de rock Tio Che, onde ele é guitarrista e vocalista desde 2001.

Para Guizé, o amor pela música veio antes da atuação. E ao investirem num trabalho autoral, o ator explica o nome da banda, criada no ABC Paulista: “Nossas músicas sempre foram mais politizadas e no começo isso era muito mais evidente. A figura do Che Guevara sempre foi algo muito forte neste sentido, e o Tio Che é o primo pobre do ‘Tio Sam’ (risos). Colocamos o ‘Tio’ justamente pra dar essa cara mais irreverente, mais irônica, característica que devemos carregar conosco pra todo sempre”.

A banda Tio Che tem 2 EPs lançados: As Formigas Que Se Abaixem (2010) e Bléqui ou Uáiti (2014), além dos singles Além (2015), Presente, De Ponta Cabeça (ambos de 2016) e a recente Tudo Sagrado (2017), que dará origem a um disco homônimo previsto para este ano. Todo o material do conjunto está disponível nas plataformas digitais.

Mesmo na correria das novelas, Sérgio Guizé sempre acha um tempo para estar com o grupo. “De fato é tudo muito difícil, mas sempre que possível estou em São Paulo ou eles estão no Rio, tem que ser feito toda uma agenda, tudo bem organizado, viagens mais longas marcadas com mais antecedência, por exemplo... Enfim, no final dá tudo certo”, ressalta.

O repertório do Tio Che também agrada ao músico e cantor. “Sou suspeito pra falar das músicas do Tio Che! (risos). As novas sempre ficam mais na minha cabeça. Desejo, por exemplo, é uma canção que não paro de cantarolar. Adoro Tudo Sagrado, que é composição do meu amigo Mário Bortolotto. Mas quero citar uma em especial que se chama No Barco Lá do Bar que foi uma homenagem ao meu afilhado Raul. Todas elas estão em nosso novo álbum o Tudo Sagrado”, antecipa.



Guizé adiantou mais detalhes do próximo álbum da banda: “Queremos lançar o quanto antes, ainda neste primeiro trimestre. É um disco com 8 músicas que basicamente resume nossa carreira, ficamos completamente empolgados com o resultado das gravações, além do mais é o primeiro álbum gravado inteiro com a nova formação. No último (Bléqui ou Uaiti) o Luthi tinha feito apenas uma participação”.

TIO CHE NO RECIFE

Além de célebre artista, o conjunto é atualmente composto por Leandro Moreti (vocal e guitarra), André Gieswein (baixo e backing vocal), Nego Will (bateria) e Luthi Marques (guitarra). Nesta trajetória de 17 anos, o Tio Che coleciona shows memoráveis em São Paulo, Curitiba, no Rock In Rio (através de uma votação popular) e até aqui no Recife.

“Tocamos em 2009 em um pub chamado Downtown, no Recife Antigo, e ficamos muito empolgados! O público era muito animado, agitava muito, foi um show à parte. Tinha muita gente, não entrava mais ninguém na casa, foi uma noite incrível! Além disso, uma de nossas músicas que não pode faltar no repertório chamada Bola 8 foi escrita nesta cidade. Queremos voltar!”, declarou o ator e músico.

Com influências que vão de Ramones a Mutantes, a Tio Che é importante para Sergio Guizé enquanto artista: “Eu me sinto muito feliz e realizado quando estou no palco e olho para o meu lado e vejo ali o Leandro, Luthi, André, logo mais atrás o Negralha na bateria. Percebo que estou tocando com meus grandes amigos, musicando nossas alegrias e traumas com um pouco de poesia, sempre trocando uma energia muito boa com a plateia, é um sentimento inexplicável”.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM