Jornal do Commercio
teatro-monumento

Teatro de Santa Isabel comemora 168 anos com concerto sinfônico 

Apresentação da Banda Sinfônica do Recife será na sexta-feira (18), às 20h. Para participar, é preciso retirar ingresso na bilheteria a partir das 19h

Publicado em 16/05/2018, às 17h56

Programa preparado pelo maestro Nenéu Liberalquino para a noite vai da música erudita ao frevo / Foto: Andréa Rêgo Barros/Arquivo PCR
Programa preparado pelo maestro Nenéu Liberalquino para a noite vai da música erudita ao frevo
Foto: Andréa Rêgo Barros/Arquivo PCR
JC Online

O Teatro de Santa Isabel, tombado pelo Instituto Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1949, completa 168 anos nesta sexta-feira (18). Para celebrar a data, a Banda Sinfônica do Recife realiza, a partir das 20h, um concerto gratuito e aberto ao público. O programa preparado pelo maestro Nenéu Liberalquino para a noite vai da música erudita ao frevo.

A noite de festa começará com o célebre Bolero, de Maurice Ravel, e continuará com Wave, de Tom Lobim. Serão executadas ainda Funk Attack, de Otto Schwarz, além de um medley de composições de John Williams e outra compilação de trilhas sonoras que fizeram sucesso nos filmes de James Bond.

A cultura nordestina também terá destaque no repertório. A Banda Sinfônica executará Leão do Norte, de Lenine, Praieira, de Chico Science, um arranjo com três dos principais sucessos de Luiz Gonzaga, além de Duda no Frevo.

Ingressos

Para participar, basta chegar uma hora antes do início da apresentação, que começará às 20h, e retirar o ingresso na bilheteria do teatro.

O Teatro de Santa Isabel

O Teatro de Santa Isabel, cujo nome é uma homenagem à Princesa Isabel, foi inaugurado em 18 de maio de 1850, inserindo a então província de Pernambuco numa nova fase cultural. Idealizado pelo Barão da Boa Vista, teve o projeto dirigido pelo engenheiro francês Louis Léger Vauthier, que inovou na época, optando por não utilizar trabalho escravo na construção de arquitetura neoclássica.



Teatro-monumento

Tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 31 de outubro de 1949, o equipamento foi mais tarde eleito um dos 14 teatros-monumentos do país.

Durante toda a sua história, a casa emoldurou importantes capítulos da vida política da cidade, tendo assistido à Revolução Praieira e abrigado a campanha abolicionista e pelo advento da República. Frequentado, desde sempre, por notórias personalidades da cultura nacional, o Teatro de Santa Isabel foi cenário dos debates literários de Tobias Barreto e Castro Alves. Foi de lá que ecoou para todo o Brasil a histórica frase do abolicionista Joaquim Nabuco: “Aqui vencemos a causa da abolição”, imortalizada numa placa exibida numa das paredes do teatro até hoje.

Uma curiosidade sobre o teatro é que ele chegou a ser destruído por um incêndio ocorrido em 19 de setembro de 1869, tendo sido totalmente recuperado e redimensionado e entregue ao povo pernambucano em 16 de dezembro de 1876.

Concertos mensais

Atualmente, além de receber espetáculos de teatro, dança, música e ópera, com produções locais, nacionais e internacionais, o Teatro de Santa Isabel também sedia concertos mensais da Orquestra Sinfônica do Recife, a mais antiga em funcionamento do país, e da Banda Sinfônica do Recife, além de oferecer visitas guiadas às terças-feiras para escolas, com prévio agendamento, e, aos domingos, para o público em geral.

Educação patrimonial

Às terças, boa parte dessa história é contada pelo projeto Teatrando!, de educação patrimonial, que coloca atores para conduzir o público pelas instalações e acontecimentos do teatro, numa visita gratuita, que mistura história, teatro de jogo. O projeto também oferece saraus e Diálogos, sobre a cultura, a produção teatral e seus públicos. Informações e inscrições: 3355-3323 ou 3355-3324.

SERVIÇO

Aniversário do Teatro de Santa Isabel com Concerto Especial da Banda Sinfônica do Recife

Data: 18 de maio, às 20h

Ingressos serão distribuídos a partir das 19h, na bilheteria do teatro


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior
Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM