Jornal do Commercio
ilha do retiro

O Maior Show do Mundo lota a Ilha do Retiro de fãs

Uma multidão de todas a idades transformou o palco do futebol em lugar de artistas consagrados e fãs alucinados para ver seus ídolos

Publicado em 30/07/2011, às 20h36

Álvaro Filho

O Maior Show do Mundo iluminou um sábado nublado e confirmou a fama de que o recifense sempre encontra alguma coisa ou fato na cidade para ser o melhor ou, como no caso, o maior do mundo. A Ilha do Retiro, acostumada a ser palco de multidões e de emoções, trocou o verde do gramado pelo tapete vermelho de celebridades do quilate de Luan Santana, das bandas Exaltasamba e Eva, e da sempre superlativa Ivete Sangallo.

O clima clássico da música brasileira começou com um evento digno de uma partida de futebol: a organização do evento inverteu a ordem de apresentação e o cantor Luan Santana, preso numa agenda comercial, cedeu o lugar para a Banda Eva, que entrou em campo um pouco após as 18h.

A mudança no esquema de jogo do Maior Show do Mundo não tirou o humor dos fãs de Luan Santana, muitos deles desde cedo na frente da Ilha do Retiro, esperando a abertura dos portões, o que ocorreu por volta das 15h.  Fãs de todas as idades, diga-se de passagem.

Os irmãos Matheus e Maria Luíza Rocha são um bom exemplo da divisão de base que acompanha as performances do ídolo teen.  Com apenas 4 anos, Matheus se produziu dos pés à cabeça no melhor estilo Luan Santana.  O pai, o contador Jaci Rocha, não poupou esforços para fazer o gosto do filho. Inclusive, no quesito corte de cabelo. “É melhor que o moicano”, consola-se, enquanto assistia à filha Maria Luísa, 10 anos, fazer o “L” da vitória por ter conquistado o direito de mais uma vez assistir ao ídolo.

O estudante Caio Rodrigo tem 17 anos, mas também fez questão de vir a caráter. De gravata, colete, gel no cabelo e tudo mais, inclusive uma amiga xará do cantor: Luana Vieira.  A idolatria faz bem, mas é preciso ter cuidado. Desde as 8h em frente ao estádio, a estudante Aline Sthefanie , 16 anos, foi a primeira a sair de campo “contundida”. Sem comer nada durante todo o dia, teve uma hipoglicemia. “Todo show fico tão ansiosa que perco a fome”, explicou a paciente número 1 do posto médico instalado na Ilha do Retiro. Nada de anormal, segundo o clínico Antônio Carlos, acostumado a plantões do gênero. “A noite apenas começou”, disse ele, enquanto dava alta a Aline.

E realmente havia só começado, e no melhor estilo “tira o pé no chão”. A Banda Eva cumpriu o esquema de aquecer o público, principalmente na hora em que a chuva também deu o ar de sua graça no Maior Show do Mundo. Mostrando entrosamento, a plateia cantou junto com Saulo Fernandes os hits de sempre e os novos, como Circulou. Uma preliminar que durou mais que os 90 minutos de costume e deu muito bem a ideia do que viria pela frente.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Dossiê das torcidas organizadas Dossiê das torcidas organizadas
Série de reportagens mostra a atuação das torcidas organizadas em Pernambuco a partir de 2001, ano da primeira morte em consequência dos confrontos
Fora dos trilhos Fora dos trilhos
Dez anos depois do início das obras da Transnordestina, o pouco que foi construído está abandonado. Era 'o sonho' de uma ligação férrea entre o litoral e o interior do Nordeste
Expedição Antártida Expedição Antártida
A editora Mona Lisa Dourado e o repórter fotográfico Igo Bione acompanham parte das atividades da 32ª Operação Antártica, a convite da Marinha do Brasil

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2016 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM