Jornal do Commercio
Teatro Luiz Souto Dourado

Garanhuns fervilha com atividades paralelas

Ariano apresenta mais uma aula-espetáculo no FIG

Publicado em 21/07/2014, às 11h23

Bruno Albertim

Ariano Suassuna não gosta de anglicismos. Mas os americanos têm um termo ótimo para classificá-lo: o escritor é, sim, um blockbuster. Arrasa-quarteirão da cultura pernambucana, o escritor provocou uma fila que quase dava volta na antiga estação de trem convertida no Teatro Luiz Souto Dourado para sua aula-espetáculo na última sexta-feira.

Suassuna até falou de Capiba, tema da aula que contou com a música de Antúlio Madureira e bailarinos coreografados por Maria Paula Costa Rêgo. Mas com sua autoridade de mestre, o escritor divagou como pôde, para o deleite da plateia receptiva e risonha, sobre a própria vida e obra. Defendeu, por exemplo, seu personagem mais popular. “Uma vez, um jornalista de São Paulo disse que, como Macunaíma, João Grilo era um anti-herói. Isso me deixou muito irritado. Macunaíma, segundo o próprio Mário de Andrade, não tinha caráter nenhum. Já João Grilo tinha demais. Olhem só: ele vence o latifúndio agrário na figura do coronel, a burguesia nas figuras do padeiro e sua mulher, o clero corrupto nas figuras do padre e do bispo. Se ele não é um herói, não sei quem mais pode ser”, disse, arrancando, uma das várias gargalhadas da noite.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM