Jornal do Commercio
FESTA

Boi da Macuca promove cortejo junino nas ladeiras de Olinda

Prévia do tradicional São João da Macuca chega à Cidade Alta com apresentações de orquestra de frevo, sanfoneiro e bandas de forró

Publicado em 29/05/2015, às 05h41

Cortejo do Boi da Macuca em Correntes, no ano passado / Divulgação

Cortejo do Boi da Macuca em Correntes, no ano passado

Divulgação

Alef Pontes

Há 26 anos movimentando o São João do município de Correntes, no Agreste do Estado, o tradicional Boi da Macuca decidiu brincar de uma forma inusitada este ano. Em vez de sanfoneiro, a festa vai ser comandada por uma orquestra de frevo, tocando músicas do ciclo junino, nas ladeiras de Olinda. Isso tudo acontece nesta sexta-feira (29), a partir das 20h, na prévia junina Arraial da Macuca.

“Quando a gente colocou sanfona no Carnaval criou-se uma forma diferente de fazer a folia. Como Olinda, um lugar que sempre primou por sua irreverência histórica, nos deu essa oportunidade de fazer a festa, nós presenteamos a cidade invertendo o processo”, conta Zé da Macuca, produtor e idealizador da brincadeira.

Agora, o cortejo do Boi da Macuca leva o Carnaval para os festejos juninos, subindo e descendo ladeira. “Mas não é Carnaval, é São João mesmo”, adverte Zé. A concentração acontece a partir das 20h, na frente da casa do sanfoneiro Benedito da Macuca (Rua do Amparo, 212), que ajudou a criar a brincadeira anarquista, e segue em direção ao Clube Atlântico de Olinda, com a Orquestra do Maestro Oséas, para encerrar no arraial com o forró de Benedito, Conjunto Bole-Bole e Quarteto Olinda.

“A festa vai até amanhecer o dia, pra pegar o sol com a mão ou até mesmo o mar”, brinca.

Confira a entrevista completa para a TV JC:

Serviços

Arraial da Macuca em Olinda - sexta (29), às 22h, no Clube Atlântico de Olinda. R$ 25 (meia), R$ 30 (social) e R$ 50. Rua Doutor Manoel de Barros Lima, 884, Bairro Novo.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM