Jornal do Commercio
Sexo

Feminista, perfil do Instagram dá dicas sexuais a homens recifenses

Intitulada Sexo Medíocre, conta foi criada a partir de reclamações femininas

Publicado em 14/06/2017, às 17h20

"Louva-deusa" é símbolo usado pela conta para representar empoderamento feminino
Instagram/Reprodução
JC Online

"Atenção homens do Recife! Vocês estão fazendo sexo medíocre". Com esta apresentação, o perfil Sexo Medíocre, no Instagram, nasceu com a proposta de dar dicas baseadas nas reclamações mais recorrentes das recifenses em relação ao ato sexual.

Com caráter feminista, a conta busca quebrar a lógica falocêntrica e reforçar a necessidade de igualidade na busca do prazer. Entre as propostas da página estão postagens que explicam a anatomia da vagina, dando dicas de como estimular a mulher e fornecer mais prazer. 

A ideia do perfil é que as mulheres enviem suas reclamações, discas e sugestões para a página, com promessa de anonimato. Até agora, foram feitas três publicações. "Chega de sexo ok", reforça o perfil.



CONFIRA POSTS DO PERFIL:

PRAZER, CLITÓRIS •Gravem bem essa imagem• Surpresa! ele não se resume ao "sininho". O clitóris, na verdade, é formado pela glande, pelo prepúcio, pela crus, pelo corpo cavernoso e pelo bulbo. Ufa! Assim, ele é um órgão de 8 cm que se estende ao longo da vagina, existindo com o único propósito de possibilitar o orgasmo feminino. Sim, até mesmo o orgasmo que ocorre apenas com penetração (apesar de raro), também se deve à estimulação indireta dele. Ou seja, viva o clitóris!! Mas, além de sua localização, tem outra coisa que vocês, homens, precisam urgentemente aprender: o clitóris tem mais de 8 mil terminações nervosas - quase o dobro do que tem o seu pênis. Sabe o que isso significa? Que você não precisa (e nem deve) vasculhar nossa vagina à procura da glande para, logo em seguida, atacá-la com suas mãos ou língua. Ao invés de provocar prazer, você vai causar desconforto e pode, inclusive, nos machucar. Como esse assunto é extenso, louva-deusa deixará, a princípio, três regrinhas de ouro para vocês: 1. Evite estimular o clitóris sem que estejamos excitadas e, portanto, molhadas. A fricção no seco incomoda! 2. A força não vai te ajudar em nada aqui. Se liga, macho uó! Se a gente tá se contraindo pode ser que esteja doendo. 3. Experimente estimulá-lo indiretamente, por cima do prepúcio. O toque direto na glande, por si só, já é motivo de agonia para muitas de nós. Como tarefa de casa, fica clicar no link da bio e assistir esse documentário francês bem esclarecedor. O vídeo é um pouco comprido, mas os primeiros 16 minutos já são o suficiente para se ter uma ideia. Meninas, recomendo pra vocês também! É conhecendo os nossos corpos e nossa história que nos fortalecemos, né?

Uma publicação compartilhada por louva-deusa (@sexomediocre) em

LOUVA-DEUSA ADVERTE ?? SEXO NÃO É UMA LISTA DE SUPERMERCADO. Alô, alô, homens, estão me ouvindo? Tão sentindo o clima de romance no ar? Eu não ???? Enquanto vocês acham que estão arrasando cumprindo todos os requisitos necessários pra uma boa noite de sexo (beijo, ok! peitos, ok! oral, ok! penetração, ok!), nós estamos pensando "ai não, lá vai ele outra vez". Nem ache que não sabemos que aquele oral de 1 minuto é só pra cumprir tabela, ou que não percebemos que você segue a mesma rotina de preliminares meia-boca de novo e de novo e de novo. E isso partindo do pressuposto que você é um rapaz "dedicado", disposto a cumprir todos os itens da lista, sem pular direto para a parte em que você goza. De uma forma ou de outra, ninguém merece sexo fast-food! Tem algo que iremos repetir quantas vezes for necessário: sexo precisa ser CONTEXTUAL. Em outras palavras, não existe fórmula certa para nos fazer gozar. Então deixem a caretice e a preguiça de lado e sejam criativos!! E mais importante ainda, mantenham as antenas atentas, pois utilizamos de todos os artifícios possíveis para nos comunicar com vocês durante a transa - por que é que vocês continuam se fazendo de sonsos? Sexo não se faz sozinho, lembram? Por isso, se querem proporcionar momentos de prazer às suas parceiras, que tal começar prestando atenção nelas? Antes do que insistir em cumprir qualquer lista bizarra que vocês encontraram num site da internet, nos escutem! Evitem usar os "dez passos para deixar uma mulher louca na cama" como uma bíblia. Afinal, estamos falando diretamente com você! No mais, feliz dia dos namorados e cuidado com suas cabeças lalalalalalala

Uma publicação compartilhada por louva-deusa (@sexomediocre) em

LOUVA-DEUSA INFORMA ?? ESTAMOS CANSADAS DE FINGIR ORGASMOS! •Homens héteros/bi de Recife, esse é um perfil necessário, que existe para alertá-los que não, não está sendo bom para nós. Chega de sexo "ok". Aqui vocês irão encontrar os seus erros, mas também a possibilidade de deixá-los para trás. Se ligue, estamos falando com você! •Mulheres héteros/bi do Recife, esse é um perfil colaborativo que será construído por nós. Mandem suas histórias, reclamações e sugestões por DM e a louva-deusa publicará com garantia total de anonimato. Vale também mandar indicações de quem devemos seguir. MACHOS, ESSA É A ÚLTIMA CHAMADA ?? SE VOCÊS NÃO NOS ESCUTAREM AGORA, DEVORAREMOS AS SUAS CABEÇAS!

Uma publicação compartilhada por louva-deusa (@sexomediocre) em


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM