Jornal do Commercio
Animação

Festival Animage divulga programação completa

A realização do Animage neste final de 2017 marca também o ciclo de celebração dos 100 anos de animação do Brasil.

Publicado em 14/11/2017, às 10h10

Identidade visual do VIII Festival Internacional de Animação de Pernambuco (Animage) / Foto: Divulgação
Identidade visual do VIII Festival Internacional de Animação de Pernambuco (Animage)
Foto: Divulgação
JC Online

O Animage - Festival Internacional de Animação de Pernambuco chega a sua oitava edição com conteúdo que reafirma o cinema de animação como uma ferramenta poderosa para o livre debate de ideias. O Festival acontecerá de 24 de novembro a 03 de dezembro na cidade do Recife, com atrações distribuídas na Caixa Cultural Recife, Cine São Luiz, Cinema do Museu, Jump – Apolo 235 e Teatro Bianor Mendonça Monteiro (em Camaragibe).

Este ano, o Animage levará ainda uma edição especial para os municípios de Camaragibe, Arcoverde e Triunfo. Receberão ainda sessões especiais, o Colégio Estadual Erem Martins Junior e a praça Gregório Bezerra, na comunidade de Santa Luzia, bairro da Torre. A realização do Animage neste final de 2017 marca também o ciclo de celebração dos 100 anos de animação do Brasil.

A programação diversificada, abriga criações visuais de realizadores das mais diferentes culturas e oferece uma seleção acurada da atual animação mundial, inclui: Mostra Competitiva (adulto e infantil), Mostras e Sessões Especiais com exibição de longas e curtas, mostras temáticas, como a Mostra Erótica, além de oficinas, masterclass e debate.

A premiada ilustradora e animadora, Rosana Urbes, assina a ilustração da identidade visual de 2017, que manifesta junto com a programação deste ano, um dos principais focos de esperança do Animage, o amor e o afeto que devem prevalecer nesse maremoto de emoções contraditórias. Rosana estará presente no evento como convidada, participando do júri e ministrando masterclass. O Festival também recebe, para as oficinas, a francesa Claire Sichez e Renato Duque, realizador de um curta concorrendo na Mostra Competitiva.

Consolidado como um dos principais festivais deste segmento no país, a realização do Animage é da Rec-Beat Produções, com apoio do Consulado da França, Cinemateca da França, Institut Français, CePE, Portomídia/Porto Digital, Coala Filmes, Canal Brasil, Cinema do Museu/Fundação Joaquim Nabuco e Cinema São Luiz, com patrocínio CAIXA e Governo Federal.

Mostra Competitiva

Para esta edição, o Animage recebeu quase 600 inscrições de 61 países, destes, 88 curtas de 28 países foram selecionados para a competição, divididos em Mostra Competitiva e Mostra Competitiva Infantil. Filmes premiados em outros festivais competem ao lado de revelações e novas produções, equiparados na qualidade criativa.

"Os curtas da mostra competitiva demonstram que o cinema de animação está plenamente inserido em questões artísticas urgentes, como a afirmação da liberdade de expressão e a busca por representatividade de identidades. Há filmes que confrontam falsos moralismos e defendem um mundo contemporâneo mais plural.", comenta Júlio Cavani, curador do Animage.

Os filmes selecionados para a Competitiva concorrem nas categorias “Melhor Curta-Metragem”, “Melhor Curta Infantil”, “Melhor Curta Brasileiro”, “Prêmio do Público”, que participa votando ao fim de cada sessão. Também serão premiados a melhor direção, roteiro, direção de arte, técnica e som. Compõe o júri da Mostra Competitiva desta 8ª edição, William Paiva, Rosana Urbes e Bruno Cabús.

Longas

Os longas-metragens deste ano, todos exibidos no Recife pela primeira vez, representam experimentos mais aprofundados de entretenimento e reflexão, além de cada produção trazer uma estética própria na técnica de animação.

O filme que faz a abertura do Animage 2017 é o autobiográfico Torrey Pines, do diretor americano trans, Clyde Petersen. Baseado em uma história real, de quando Clyde ainda era uma menina, levada pela mãe que sofre de esquizofrenia, para cruzar o país em uma aventura alucinante. A sessão de abertura acontece no Cine São Luiz, na terça-feira, dia 28/11.



Polêmicos e preocupados com mazelas morais, filmes como o iraniano Teerã Tabu, dirigido por Ali Soozandeh, e o chinês Tenha um Bom Dia, de Liu Jian, chegam ao Animage depois da passagem por prestigiados festivais e proibidos de serem exibidos em seus países de origem, devido a restrições políticas. Ambos deixarão o público atualizado com o que há de mais instigante na produção mundial.

Também na programação, o longa coreano inédito no Brasil, I'll Just Live in Bando de Yongsun Lee, explorando dilemas existenciais da vida madura, e o filme infantil franco-suíço Minha Vida de Abobrinha, do diretor Claude Barras, de temática realista e sensível sobre abandono, indicado ao Oscar deste ano.

Mostras e Sessões Especiais

A programação do Animage este ano traz ainda a Mostra Especial Angeli, The Killer, exibida pela primeira vez no cinema, a esperada Mostra Erótica, Mostra Especial Francesa Jean-François Laguionie, Mostra Brasil e a Mostra Monstra à Solta, com uma seleção de filmes portugueses.

A Mostra Especial Angeli, The Killer, dirigida por César Cabral para o Canal Brasil, traz um recorte com seis episódios inspirados na obra de um dos mais provocadores cartunistas do Brasil, criador da revista “Chiclete com Banana” e de personagens como a boêmia Rê Bordosa e o punk Bob Cuspe. Esquetes dos seus quadrinhos transportadas para a animação stop motion, trazendo seus principais personagens em temáticas urbana, crítica de costumes e humor ácido.

A Mostra Monstra à Solta destaca curtas do Festival de Animação de Lisboa, produzidos em Portugal nas últimas três décadas, em uma demonstração de amadurecimento de linguagem expressado por imagens.

Realizada todos os anos pelo festival, a Mostra Erótica se tornou uma das mais esperadas e concorridas. Nudez, diversidade sexual e representatividades de gênero também ganham acolhimento nesta edição do Festival, livre de preconceito. Curtas selecionados na Mostra trazem à tona discussões que circulam atualmente pelo país.

A Mostra Especial Jean-François Laguionie, fará homenagem ao consagrado diretor francês de animação, exibindo uma trilogia com seus longas: L’île de Black Mór (2003), Le Tableau (2011) e Louise en Hiver (2016), este inédito no Brasil.

A Mostra Brasil exibe um apanhado de curtas brasileiros, mostrando um panorama atual do que vem sendo produzido no país.

Masterclass e oficinas

O Animage promove um debate com representantes das principais produtoras pernambucanas para discutir as oportunidades, dificuldades e o caminho que o mercado vem tomando no Estado. Marcos Buccini, que acaba de lançar um livro sobre animação no Brasil, fará a mediação, com participação de Ulisses Brandão (Viu Cine), Felipe Almeida (Mr. Plot), Marcelo Vaz (Z4 Estúdio). Este ano, a Masterclass será ministrada pela Rosana Urbes, sobre seu processo de produção e criação, compartilhando sua longa experiência em animação.

Anualmente oficinas gratuitas sobre diferentes técnicas de animação são oferecidas pelo Festival, buscando a experiência prática para crianças, iniciantes e profissionais. Três são os temas abordados neste ano: Bonecos Artesanais para Stop Motion, ministrada pela francesa Claire Sichez, Rotoscopia para Crianças com Renato Duque e Animação com Recortes, ministrada por Chia Beloto e Marilia Cantuária. Todas as oficinas serão realizadas na Caixa Cultural Recife, entre os dias 27/11 e 01/12.

Confira a programação completa:


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM