Jornal do Commercio
NOITE DOS TAMBORES

Noite dos Tambores Silenciosos enche o Pátio do Terço de fé

Cerimônia pediu paz e proteção aos orixás

Publicado em 13/02/2018, às 04h13

Diversas nações de maracatu estiveram no Pátio do Terço  / Léo Mota/JC Imagem
Diversas nações de maracatu estiveram no Pátio do Terço
Léo Mota/JC Imagem
JC Online

A noite de Carnaval no Pátio do Terço, no centro do Recife, nesta terça-feira, foi de colorido, muito som e adoração aos orixás africanos. A Noite dos Tambores Silenciosos trouxe um misto de cultura africana e pedidos de respeito aos negros e aos seguidores das religiões oriundas da África. O evento contou com a presença de diversas nações de maracatus, que se encontraram no centro histórico do Recife pedindo proteção aos deuses com muito batuque de tambores.

O Pátio do Terço possui um enorme significado religioso e espiritual para os negros. Era ali, há centenas de anos, que aconteciam as vendas de escravos vindos da África. O evento começou às 20h e teve a apoteose às 23h59, quando todas as luzes foram apagadas e os tambores silenciados. O repouso das baquetas é em homenagem aos ancestrais e é, nesse momento, que os religiosos afirmam verem vultos no Pátio. Alguns espectadores não conseguiram conter a emoção e caíram em lágrimas.



"Esse polo (Pátio do Terço) é de resistência e que não deixa que o negro, nem a sua cultura, morram. Esse polo sobrevive todos os dias", falou Mãe Elza, técnica em políticas para segmentos sociais do Governo do Estado.

Além do apagar das luzes, pombas brancas também foram soltas no principal momento da noite. Elas simbolizam a paz, tão pedida pelas pessoas presentes no Pátio.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior
Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM