Jornal do Commercio
Ex-bbb

Sem dinheiro, Emilly não consegue mais manter o alto padrão de vida

A gêmea da vencedora do BBB 17 disse que Emilly gastou boa parte do dinheiro que ganhou e existe a possibilidade de ela e a família voltarem para a casa

Publicado em 29/08/2017, às 20h00

Emilly Araújo / (Foto: Instagram/ Divulgação)
Emilly Araújo
(Foto: Instagram/ Divulgação)
JC Online

De acordo com uma entrevista de Mayla para o TV Fama, irmã gêmea de Emilly, a vencedora do BBB 17 já teria gastado boa parte do dinheiro e o pouco que sobrou Emilly não quer que seja mexido. Assim, ainda na mesma entrevista, ela afirmou que há a possibilidade da família Araújo não ter mais condição de ficar no Rio de Janeiro e precisar voltar para a terra natal, em Eldorado do Sul, no Rio Grande do Sul.

Entenda

Ela revelou que o pai Volnei Alves precisou se endividar para criar as duas. Segundo a mesma entrevista, as dívidas foram pagas com parte do prêmio do reality show. “Um milhão e meio de reais é muito dinheiro, mas não tanto para comprar um apartamento e temos a nossa casa no Sul.”, contou Mayla.



“A gente sempre viveu uma vida humilde", completou. Emilly ainda tem um contrato com a Rede Globo de Televisão e recebe um salário de R$ 3 mil até janeiro do próximo ano. Segundo o A Tarde é Sua, Emilly paga hoje cerca de R$ 11 mil de aluguel para viver na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.


Recomendados para você


Comentários

Por Milton,01/01/2018

Parabens JC por esta informacao extremamente importante para este novo ano. Garanto que isto vai mudar muito minha vida junto com a reforma da previdancia e a eleicao mais polarizada que o Brasil vai passar em 2018.

Por ANDREA ,01/01/2018

Um milhão e meio não dá pra comprar um apt !? Fala sério !!! Poderia ter duplicado este dinheiro se tivesse investido em algo, mas preferiu esbanjar... agora só lamento kkkk

Por Motinha,01/01/2018

Ta pagando preço da arrogância dela...

Por jorge,01/01/2018

O que importa se ela gastou, ganhou ou perdeu? cuidem de suas vidas e apliquem seus conselhos a si mesmo.

Por Jose Marcos,01/01/2018

Lembram de 'Bonitinha, mas ordinária'. O velho mundo das aparências, da hipocrisia, onde somente vale quem tem. Deveria ter ficado no seu mundinho, aplicado e ganhando um bom rendimento(cdb's), mas foi mostrar o que não era. Agora, vá atrás dos amigos globais, desse meio hipócrita e prostituído (o artístico). Não vai aparecer um. Quando se ganha fácil, sem trabalho, reality de merda (não sei como alguém pode assistir a isso, de nada serve, levando às mulheres à prostituição), se gasta da mesmo forma, fácil. Aproveita enquanto é nova e vá dar o rabinho. Já começou... Nova, bunda, peitos durinhos, barriguinha... Não deixe o tempo passar, porque depois ninguém quer. KKKK.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM