Jornal do Commercio
Coragem

Cantor Jotta A admite embriaguez em vídeo: 'Estou livre do passado'

Jovem artista gospel divulgou carta aberta sobre o vazamento de imagens em que estava bêbado e negou ter inalado substância ilícita

Publicado em 07/09/2017, às 13h57

O cantor Jotta A admitiu estar embriagado nas imagens divulgadas nas redes sociais. / Foto: Facebook/Jotta A/Divulgação
O cantor Jotta A admitiu estar embriagado nas imagens divulgadas nas redes sociais.
Foto: Facebook/Jotta A/Divulgação
JC Online

O cantor gospel Jotta A, envolvido na polêmica de um vazamento de um vídeo em que estava bêbado, virou assunto nas redes sociais na última quarta-feira (6). O jovem artista de 18 anos divulgou, no mesmo dia, uma carta aberta em sua página oficial sobre o assunto. Nela, ele admitiu que estava de fato embriagado.

"Gostaria de me desculpar e me responsabilizar publicamente pelo o que supostamente "vazou" ao meu respeito, mesmo sabendo que tudo isso foi intencionado. Os meus momentos de fraqueza no passado se tornaram públicos", escreveu o evangélico, que admitiu estar sob efeito da bebida, mas não de drogas, como sugere as imagens: "Mesmo que eu assuma que estava segurando uma garrafa de vodka, comendo amendoim e não usando drogas, falando coisas imprudentes nas quais peço perdão a Deus e a igreja, eu não venho justificar os meus erros", confessa.

Jotta A disse que as imagens refletiam um passado que não lhe pertence mais. "Já faz um tempo que estou recomeçando minha vida espiritual, conforme venho testemunhando em minhas ministrações, e essa é uma chance que Deus me deu de me livrar do meu passado, pois infelizmente fui conivente à hipocrisia que eu vivia no momento", escreveu.



O cantor gospel foi mais além e revelou mais detalhes de sua vida anterior: "No pico da minha fraqueza e descobertas, exponho que na minha adolescência eu vivi experiências sexuais, tive experiências com bebidas alcoólicas (não me tornei viciado em nenhuma dessas substâncias), fui imprudente nas minhas amizades e brincadeiras, tive a infelicidade de ter trabalhado com pessoas desonestas que me prejudicaram e me fazem responder hoje por coisas que não tenho culpa", admite.

Por fim, ele afirma não temer a repercussão do vídeo. "Talvez você está se perguntando o porque que estou fazendo isso? Bem, é que agora estou livre do meu passado, não temo mais ele e mesmo sabendo que por causa deste post, muitas pessoas vão procurar vídeos vazados ou coisas deste tipo para repagina-los, o meu futuro não será mais atrelado a ele", conclui, e pede orações para ele a todos os seus seguidores.

LEIA A CARTA ABERTA DE JOTTA A NA ÍNTEGRA:


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM