Jornal do Commercio
Assistência

Beyoncé vai às lágrimas ao visitar vítimas do furacão Harvey

Cantora esteve em Houston para conferir de perto as consequências da tragédia

Publicado em 09/09/2017, às 16h39

Beyoncé foi à Houston para consolar as vítimas do furacão Harvey. / Foto: Instagram/@beyonce/Reprodução
Beyoncé foi à Houston para consolar as vítimas do furacão Harvey.
Foto: Instagram/@beyonce/Reprodução
Estadão Conteúdo

Beyoncé voltou a Houston, sua cidade natal, para reconfortar as vítimas do furacão Harvey, e lhes pediu para "celebrar a sobrevivência". Acompanhada por sua mãe e por Michelle Williams, ex-parceira da banda Destiny's Child, Beyoncé visitou na sexta-feira (8), abrigados na igreja de San Juan, onde cantou quando era criança.



A cantora chorou várias vezes ao escutar histórias de pessoas como os 16 membros de uma família que fugiu para Houston após o furacão Katrina e agora teve que sair de casa novamente. "As coisas que verdadeiramente importam são sua saúde e seus filhos, sua família e sua vida", disse a artista.

AJUDA

Janet Jackson, Kevin Hart, Jennifer Garner e outros famosos também visitaram vítimas do furacão nesta sexta-feira (8).


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM