Jornal do Commercio
IBGE

Produção de bens de consumo cai 1,4%

O setor produtor de bens intermediários ficou estável (0,0%), após ter recuado 0,8% em março

Publicado em 31/05/2012, às 10h13

Da Agência Estado

Na passagem de março para abril, os bens de consumo semi e não duráveis registraram recuo de 1,4% na produção, acumulando perda de 2,4% em dois meses consecutivos de queda. Os bens de consumo duráveis apresentaram redução de 0,5% no período, eliminando parte do crescimento de 3,1% observado em março. O setor produtor de bens intermediários ficou estável (0,0%), após ter recuado 0,8% em março, informou nesta quinta-feira (31) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com abril de 2011, houve queda generalizada no mês passado: bens intermediários recuaram 2,0%; bens duráveis caíram 6,1%; e bens semi e não duráveis encolheram 1,1%. No ano, os bens intermediários recuam 1,5%; os bens duráveis caem 0,3%; e os bens semi e não duráveis sobem 0,7%. Em 12 meses, a taxa para intermediários está em -0,6%; para duráveis, -6,1%; e semi e não duráveis, 0,1%.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM