Jornal do Commercio
Carne Fraca

Governo suspende licença para exportar de 21 frigoríficos sob suspeita

Apesar da suspensa de exportação, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, afirmou que os frigoríficos continuam autorizados a vender ao mercado doméstico

Publicado em 20/03/2017, às 20h03

Blairo Maggi voltou a demonstrar confiança na carne brasileira e lembra que o sistema de fiscalização do Brasil não foi quebrado / Marcelo Camargo/Agência Brasil
Blairo Maggi voltou a demonstrar confiança na carne brasileira e lembra que o sistema de fiscalização do Brasil não foi quebrado
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Estadão Conteúdo

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, disse nesta segunda-feira (20) que os frigoríficos investigados pela Operação Carne Fraca não poderão exportar, mas continuam autorizados a vender ao mercado doméstico sob um regime especial de fiscalização. Mesmo com os problemas mencionados pela investigação, o ministro reafirma a confiança na carne brasileira e lembra que o sistema de fiscalização do Brasil não foi quebrado e o problema foram algumas pessoas. 

Ao lembrar que a investigação levou dois anos e casos reportados no caso se referem muito provavelmente a produtos que não estão mais no mercado, Maggi explicou que os frigoríficos investigados estão passando por um processo especial de investigação e poderão continuar vendendo ao mercado doméstico, o que deve prevalecer por pelo menos três semanas. "O consumidor pode consumir com tranquilidade o produto brasileiro", disse em entrevista na portaria do Ministério. 

Para ministro, não há preocupação para o consumidor brasileiro

Para o ministro, não há nenhuma preocupação para o consumidor brasileiro, que continua sendo protegido pelo Sistema de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura. "O SIF não está sob suspeita. O que está sob suspeita são as pessoas", disse o ministro. "Espero deixar o assunto circunscrito aos 21 frigoríficos citados na investigação."

Quando há problema, frigoríficos podem fazer um recall da carne - com a retirada do produto do mercado. Essa solução foi adotada pela BRF, que está retirando lotes com o selo de inspeção "SIF 1010". Maggi disse ainda que o ministério está colhendo amostras de carne nos supermercados e, caso encontre problemas, vai recomendar a retirada das mercadorias. 

Maggi fez questão de frisar que toda a preocupação do Ministério da Agricultura diz respeito à sanidade dos produtos brasileiros. "A corrupção é uma questão da Polícia Federal", disse Maggi. "Não vamos nos contrapor à ação da Polícia Federal", disse.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM