Jornal do Commercio
DELAÇÃO

Banco Central nega que Temer antecipou corte da taxa de juros a dono da JBS

Na primeira reunião do Copom após o encontro entre Joesley e Temer, no dia 12 de abril, a taxa Selic foi reduzida em 1%

Publicado em 18/05/2017, às 13h12

"Decisões do Copom são tomadas apenas durante suas reuniões e são divulgadas imediatamente após seu término", explicou o BC
Foto: divulgação
JC Online

A informação, em delação premiada, de que o empresário Joesley Batista, dono da JBS, foi avisado pelo presidente Michel Temer que o Comitê de Política Monetária (Copom) cortaria em 1% a taxa de juros, foi negada pelo Banco Central no início da tarde desta quinta-feira (18). Conforme o BC, "não existe possibilidade de antecipação da decisão".

De acordo com a Folha de São Paulo, o encontro entre os dois, realizado na noite do dia 7 de março no Palácio do Jaburu, foi gravado por Batista e integra o acordo de delação premiada dos proprietários da JBS com a Procuradoria Geral da República (PGR). Na conversa ainda foi registrado o aval do presidente para que o silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha fosse mantido.

Reunião do Copom

Na primeira reunião do Copom após o encontro entre Joesley e Temer, no dia 12 de abril, a taxa Selic foi reduzida em 1%, para 11,25%. Tal conduta caracterizará informação privilegiada, algo que nem o presidente deveria ter o conhecimento, se for confirmada a veiculação do áudio de Joesley.



"Decisões do Copom são tomadas apenas durante suas reuniões e são divulgadas imediatamente após seu término no site do Banco Central. Portanto, não existe possibilidade de antecipação da decisão a qualquer agente, público ou privado. Sinalizações sobre possíveis futuras decisões são emitidas nos documentos oficiais do Banco Central", disparou o BC por meio do Twitter.

A afirmativa de que Temer teria repassado informações econômicas privilegiadas ao dono da JBS foi extraída do acordo de delação premiada firmado entre o empresário e a PGR.

 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM