Jornal do Commercio
IBGE

País tem 2,9 milhões de pessoas em busca de emprego há mais de 2 anos

Entre os 14,2 milhões de desempregados no País no primeiro trimestre de 2017, 2,9 milhões estavam na busca por trabalho havia mais de dois anos

Publicado em 18/05/2017, às 13h13

O contingente de desocupados que buscavam trabalho há pelo menos um ano ficou em 5,4 milhões de pessoas no primeiro trimestre de 2017 / Foto: Diego Nigro/JC Imagem
O contingente de desocupados que buscavam trabalho há pelo menos um ano ficou em 5,4 milhões de pessoas no primeiro trimestre de 2017
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Estadão Conteúdo

Em meio à recessão econômica e deterioração no mercado de trabalho, aumentou o contingente de trabalhadores que procura por uma vaga há mais tempo. Entre os 14,2 milhões de desempregados no País no primeiro trimestre de 2017, 2,9 milhões estavam na busca por trabalho havia mais de dois anos.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados nesta quinta-feira, 18, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

"Como você tem uma crise, o tempo de espera por uma vaga está aumentando", explicou Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE. "A fila está aumentando, então a permanência nessa fila estará maior", acrescentou.



Crescimento do percentual de desempregados à procura de emprego

O porcentual de desempregados à procura de emprego há mais de dois anos cresceu de 18,2% no primeiro trimestre de 2016 para 20,4% no primeiro trimestre deste ano.

O contingente de desocupados que buscavam trabalho há pelo menos um ano ficou em 5,4 milhões de pessoas no primeiro trimestre de 2017. Outros 6,8 milhões de pessoas estavam à caça de emprego havia pelo menos um mês, mas menos de um ano, e 1,8 milhão buscavam uma vaga havia menos de um mês.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM