Jornal do Commercio
CNI

Índice de Confiança do Empresário Industrial sobe 0,6 ponto em maio

A pesquisa com o empresariado foi feita entre os dias 2 e 12 deste mês, antes, portanto, da divulgação da delação dos donos do Grupo JBS

Publicado em 19/05/2017, às 13h12

Na comparação com maio do ano passado, o desempenho deste mês mostrou uma melhora de 12,5 pontos na confiança industrial / Foto: USP Imagens
Na comparação com maio do ano passado, o desempenho deste mês mostrou uma melhora de 12,5 pontos na confiança industrial
Foto: USP Imagens
Estadão Conteúdo

Depois de cair 0,9 ponto em abril, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) subiu 0,6 ponto em maio, de acordo com documento divulgado nesta sexta-feira (19) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A pesquisa com o empresariado foi feita entre os dias 2 e 12 deste mês, antes, portanto, da divulgação da delação dos donos do Grupo JBS.

Na comparação com maio do ano passado, o desempenho deste mês mostrou uma melhora de 12,5 pontos na confiança industrial. Ainda assim, o Icei ficou em 53,7 pontos, pouco abaixo da média histórica de 54 pontos no indicador. Valores acima de 50 pontos indicam otimismo e resultados abaixo desse patamar indicam pessimismo dos executivos.

"Os empresários industriais estão certamente mais confiantes com relação ao ano passado, mas, para uma recuperação do investimento suficiente para impulsionar a economia ainda é necessário um crescimento mais significativo do Icei", comentou a CNI no documento.



Decompondo o Icei em suas variáveis, os resultados de maio mostram que os empresários estavam mais otimistas para os próximos seis meses em relação às suas firmas (59,3 pontos) do que em relação à economia brasileira em geral (53,8 pontos).

Já sobre as condições atuais tanto das empresas como da economia do País, os resultados ainda se mantinham no campo da falta de confiança (47 pontos e 45 pontos, respectivamente).


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM