Jornal do Commercio
MONITORAMENTO DA SAÚDE

Cadastro de empresas para informatização do SUS disponível em 30 dias

O objetivo do ministério é monitorar o cumprimento da jornada de trabalho dos profissionais e facilitar o acesso deles às informações sobre pacientes

Publicado em 11/08/2017, às 18h46

Além da instalação do prontuário eletrônico, a informatização busca o registro da biometria dos usuários e servidores públicos do Sistema Único de Saúde (SUS) / Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Além da instalação do prontuário eletrônico, a informatização busca o registro da biometria dos usuários e servidores públicos do Sistema Único de Saúde (SUS)
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
ABr

Uma lista de empresas cadastradas para atuar na informatização das unidades de saúde estará disponível para prefeitos de todo o país em cerca de 30 dias, informou nesta sexta (11) o ministro da Saúde, Ricardo Barros. Ele disse que mais de 120 empresas  compareceram à audiência pública sobre o tema e que um cadastro ficará permanentemente aberto para que novas empresas se candidatem a prestar o serviço.

Barros visitou unidades de saúde na Baixada Fluminense e disse que a União vai dividir os custos da informatização com os municípios. No caso daqueles que já adotam essas práticas, o governo federal vai dar uma contrapartida para auxiliar no compartilhamento das informações.

"Importa para o ministério a informação. Saber tudo o que acontece na saúde e garantir aos brasileiros o prontuário eletrônico, que vai economizar muito recurso, por não repetir exames, consultas e entregas de medicamentos", disse Barros. "Tudo vai estar no prontuário eletrônico do cidadão."

A União também vai ser responsável pelo cadastro das empresas que poderão ser contratadas, e os municípios deverão escolher a prestadora de serviço, instalar conectividade e equipamentos e treinar os servidores.

Além da instalação do prontuário eletrônico, a informatização busca o registro da biometria dos usuários e servidores públicos do Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo do ministério é monitorar o cumprimento da jornada de trabalho dos profissionais e facilitar o acesso deles às informações sobre pacientes.



Sobre os médicos do SUS, Barros estimou que, se os 67 mil profissionais cumprissem 24 horas semanais de consultas, com duração de 15 minutos, o número de consultas dobraria. "Não é esforço nenhum. é só cumprir o contrato de concurso público que foi feito com a comunidade, que é o patrão de todos nós, servidores públicos", disse ele, que reconheceu que será necessário "remunerar melhor" os profissionais.

Baixada Fluminense

O ministro participou hoje de uma solenidade no Hospital Municipal Juscelino Kubitschek, em Nilópolis, para marcar o repasse de R$ 15 milhões para ampliação da unidade. A prefeitura estima que as obras sejam contratadas ainda neste ano.

Com a obra, o hospital deve ganhar serviço especializado de obstetrícia, cirurgia eletiva e retaguarda clínica para urgências e emergências.

Barros visitou também as obras do Hospital do Olho, em Duque de Caxias, e o Hospital Municipal de Nova Iguaçu, mais conhecido como Hospital da Posse.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM