Jornal do Commercio
POLO

Cade estende prazo para análise da venda da Petroquímica

Conselho Administrativo de Defesa Econômica prorrogou para junho do próximo ano conclusão da análise da transação entre Petrobras e Alpek

Publicado em 12/10/2017, às 07h18

Polo químico-têxtil custou R$ 9 bilhões à Petrobras e nunca conseguiu deu retorno a esse investimento / Foto: Guga Matos/ JC Imagem
Polo químico-têxtil custou R$ 9 bilhões à Petrobras e nunca conseguiu deu retorno a esse investimento
Foto: Guga Matos/ JC Imagem
Da editoria de Economia

 O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) prorrogou de março para junho do próximo ano o prazo limite para a análise do processo de venda da PetroquímicaSuape (PQS) e da Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (Citepe), ambas da Petrobras. A extensão do prazo foi feita através de uma declaração de complexidade, alegando a necessidade da realização de mais tempo para a elaboração de estudo dos impactos da transação sobre a concorrência e sobre a estatal e a interessada na compra, a mexicana Alpek.

A multinacional é a maior fabricante de poliéster da América Latina e conta com mais de 20 fábricas em seis países. A transação foi negociada em U$ 385 milhões (equivalente a R$ 1,26 bilhão na época do fechamento da venda, em dezembro do ano passado). O polo químico-têxtil, no entanto, custou à Petrobras R$ 9 bilhões e a previsão era de que o retorno desse investimento fosse sentido pela estatal em 2012, o que nunca aconteceu.



» Reportagem especial: Documento Suape 2015

DESINVESTIMENTO

A venda das duas plantas se configura dentro dos ativos previstos no programa de desinvestimentos da Petrobras para o biênio 2017-2018, na tentativa de recompor as contas da empresa. Para o Estado, a concretização da venda significa a possibilidade do pleno funcionamento do parque industrial com capacidade de gerar receita e empregos locais.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM