Jornal do Commercio
Chesf

Chesf fatura R$ 191 milhões no terceiro trimestre de 2017

Um dos fatores para o faturamento da empresa é a atualização do ativo financeiro em relação aos novos investimentos

Publicado em 14/11/2017, às 15h17

Os custos e as despesas operacionais da Chesf tiveram redução de 70% / Foto: Bernardo Soares/ Acervo JC Imagem
Os custos e as despesas operacionais da Chesf tiveram redução de 70%
Foto: Bernardo Soares/ Acervo JC Imagem
Editoria de Economia

A Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) divulgou nesta terça-feira (14) os principais resultados financeiros do primeiro trimestre deste ano. A empresa atingiu um crescimento de 368% no terceiro trimestre de 2017, registrando um lucro de R$ 893,7 milhões, em comparação com o mesmo período de 2016. O faturamento foi de R$ 191 milhões. Já a Receita Operacional da companhia apresentou um recuo de 3% no terceiro trimestre de 2017 em comparação com o terceiro trimestre de 2016, passando de R$ 1.227 milhões para R$ 1.185 milhões.

O movimento nos contratos de leilões realizados no Ambiente de Contratação Livre (ACL),em decorrência da sazonalização da compra de energia deste ano e do reajuste anual, influenciou o suprimento na receita bruta, com alteração de 48,5%, que equivale a R$ 52.759 mil no primeiro trimestre de 2017 em comparação com R$ 35.521 mil no primeiro trimestre de 2016.

O fornecimento da energia registrou variação de 5%, com R$ 238.528 mil durante o terceiro trimestre de 2017 para R$ 227.224 mil durante o terceiro trimestre de 2016. Isso se deu em decorrência nos reajustes dos contratos prorrogados com os consumidores industriais do Nordeste.



Retorno de Investimento 

O começo de reconhecimento da atualização do ativo financeiro sobre os novos investimentos realizados nas concessões de geração renovada, segundo a Lei 12.783/2013, apenas no final de 2016, sem valor comparativo no terceiro trimestre de 2016, influenciou a variação total registrada em 2017, com alcance de R$ 12.416 mil. Em 2016 não houve nenhum faturamento nessa modalidade.

O registro de remuneração incidente sobre o ativo econômico, especialmente os decorrentes da Rede Básica de Sistemas Existentes (RBSE), referentes aos pagamento destinado às empresas de transmissão de energia elétrica pelos bens reversíveis, de aproximadamente R$ 319,3 milhões. O registro teve uma diminuição de R$ 401.649 mil no primeiro trimestre de 2016 para R$ 326.513 mil no primeiro trimestre de 2017, sendo que a redução é em consequência do início da amortização dos pagamentos, portanto, a base da incidência recua. Esses fatores contribuíram para a diminuição de 18,7% na receita bruta da companhia.

Despesas operacionais

As despesas e os custos operacionais da Chesf registraram no terceiro trimestre de 2017 diminuição de 70% em relação ao terceiro trimestre de 2016, caindo de R$ 948,6 milhões no terceiro trimestre de 2016 para R$ R$ 282,3 milhões no terceiro
trimestre de 2017.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM