Jornal do Commercio
PETROLEIROS

Petroleiros preparam greve por tempo indeterminado

Os petroleiros, assim como os empregados da Eletrobras, também tiveram que suspender a greve

Publicado em 12/06/2018, às 14h18

Em reunião na manhã desta terça-feira (12) a FUP alertou que a greve deste ano, já aprovada em assembleias, pretende reproduzir a paralisação de 1995 / Foto: Heudes Regis/ Arquivo JC Imagem
Em reunião na manhã desta terça-feira (12) a FUP alertou que a greve deste ano, já aprovada em assembleias, pretende reproduzir a paralisação de 1995
Foto: Heudes Regis/ Arquivo JC Imagem
Estadão Conteúdo

O Conselho Deliberativo da Federação Única dos Petroleiros (FUP) está reunido, em Curitiba, para definir os próximos passos do movimento de greve, agora por tempo indeterminado. Assim como os empregados da Eletrobras, a categoria também se viu obrigada a suspender uma greve de 72 horas no final de maio por força da Justiça, depois que Tribunal Superior do Trabalho (TST) considerou a greve abusiva e determinou multa diária de R$ 1 milhão em caso de continuidade.

Em reunião na manhã desta terça-feira (12) a FUP alertou que a greve deste ano, já aprovada em assembleias, pretende reproduzir a paralisação de 1995, a maior greve da categoria, que durou cerca de um mês e trouxe problemas ao abastecimento de combustíveis do País, além de demissões e outras punições aos grevistas.



Na reunião desta terça, dirigentes da FUP ressaltaram que a greve visa interromper o que eles classificam como "desmonte da Petrobras", que tem um plano de US$ 21 bilhões de desinvestimentos. Entre os ativos anunciados à venda estão quatro refinarias da estatal, cujos trabalhadores poderão ser demitidos, segundo a FUP.

Entre outras palavras de ordem, os petroleiros afirmaram na reunião que se houver greve de fato, param o Brasil, como ocorreu recentemente na greve dos caminhoneiros.

 


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Alexandre Magno,13/06/2018

Eu como não passo em nenhum concurso público para mamar, estou achando melhor venderem tudo mesmo. A PETROBRÁS como estatal que é, vive para o lucro sobre o povo brasileiro mesmo e protegida pelo governo federal que alimenta crápulas tipo Pedro Parente que só visa o lucro pessoal mesmo. É melhor vender e abrir concorrência feito nos EUA, ou seja, se age como empresa privada, que seja privada de fato.

Por Sérgio Gomes,13/06/2018

A greve é justa, estão querendo sucatear a Petrobras, vocês que não têm capacidade de passar em concurso devem se limitar a cuidar de suas vidas e não criticar um movimento justo. Estudei muito para passar em concurso para ser chamado de comunista por um bando de acéfalo.

Por ALEXANDRE SILVA,13/06/2018

Se não cortar o mal pela Raiz, ele continuará crescendo! a solução é a volta imediata das Forças Armadas ao comando dessa nau desgovernada chamada Brasil. Esse pessoal das estatais são em sua maioria gente que vive amparado na tal da Estabilidade do emprego, e se acha no direito de chafurdar a vida dos sem direito algum, para defender seus propósitos escusos. FORA COMUNISTAS.

Por lucas,13/06/2018

O que basta perguntar é de quem é a culpa e quem é que vamos pagar a conta? Comunistas vagabundos sujaram nossa petrobras ,o melhor caminho agora é a privatiação. NÃO ESQUEÇAM QUE O FACHIN QUER VOLTAR COM O IMPOSTO SINDICAL, NÃO SE VE NADA SOBRE ISSO NO JC.

Por ROMULO,12/06/2018

ESSES CANALHAS NÃO FIZERAM UMA GREVE CONTRA OS ROUBOS DO PT



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior
Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM