Jornal do Commercio
BANCO CENTRAL

Ilan: inovações tecnológicas podem ampliar competitividade no mercado

O presidente do BC ainda afirmou que as autoridades devem estimular a inovação tecnológica

Publicado em 14/06/2018, às 14h19

Ilan Goldfajn fez as declarações durante o discurso na sessão de abertura de um seminário internacional sobre inovações no mercado, / Foto: ABr
Ilan Goldfajn fez as declarações durante o discurso na sessão de abertura de um seminário internacional sobre inovações no mercado,
Foto: ABr
Estadão Conteúdo

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, defende que as inovações tecnológicas são uma maneira de ampliar a competitividade no mercado financeiro. A defesa foi feita em discurso na sessão de abertura de um seminário internacional sobre inovações no mercado, realizado pelo BC na sede da instituição, na capital federal.

"Este é um importante assunto para nós no BC. Nossa abordagem em relação às fintechs tem sido de permitir que elas floresçam antes de regulamentar", disse Ilan, conforme discurso publicado na internet.

Ilan afirmou que o BC dá as boas vindas a vários temas de inovação e defendeu que as autoridades devem estimular a inovação. "Desde 2016, o BC tem trabalhado em um conjunto amplo de ações chamado 'Agenda BC+' e muitas dessas ações envolvem inovações tecnológicas".



O presidente do BC deu como exemplo a regulamentação das fintechs e a adoção de critérios para funcionamento das plataformas de crédito direto e as empresas de empréstimos do tipo P2P.

"Inovações tecnológicas têm potencial de gerar valor para a sociedade brasileira", defendeu Ilan, ao mencionar iniciativas para aumentar a inclusão financeira ou ações para reduzir o volume de cédulas em circulação. "Há um universo enorme para ser explorado e as empresas financeiras baseadas em soluções tecnológicas vão liderar cada vez mais a competição no sistema financeiro nacional e global", disse.

O evento é fechado à imprensa e conta com o apoio de autoridades monetárias internacionais, como de Alemanha e Turquia, além do Fundo Monetário Internacional (FMI).


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM