Jornal do Commercio
Reforma

Meirelles acredita na aprovação da reforma da Previdência este ano

Para Meirelles, aprovação de reforma irá aumenta o nível de confiança e a estabilidade da economia do Brasil

Publicado em 13/10/2017, às 08h34

Com reforma, Meirelles acredita que crescimento do Brasil pode chegar a 4% / Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Com reforma, Meirelles acredita que crescimento do Brasil pode chegar a 4%
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Estadão Conteúdo

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou na quinta-feira, 12, em Washington, que acredita que o Congresso votará a reforma da Previdência ainda neste ano. Segundo ele, a aprovação será positiva "porque aumenta o nível de confiança, a força e estabilidade dos índices econômicos do País e o volume de investimentos".

Ele ressaltou que o potencial de crescimento do Brasil hoje é de 2,3%, mas pode chegar a 4% com avanço de reformas estruturais num horizonte de 3 a 4 anos.



"É uma questão de bom senso para o País aprovar agora a reforma da Previdência", disse o ministro, que participou de um evento do Instituto de Finança Internacional.


Recomendados para você


Comentários

Por Silva,13/10/2017

É conversa fiada, o que faria a confiança voltar, é prender os corruptos, inclusive ele.

Por Magno,13/10/2017

O motivo do caos social no Brasil tem nome e sobrenome: HENRIQUE MEIRELES. Esse é o articulador intelectual da destruição da economia, soberania e dos empregos.

Por LYRA,13/10/2017

Somente me respondam uma coisa: Se colocarem dois CHIFRES nesse meliante/pé na cova e um dos principais comparsas de Temer em sua quadrilha, passa a parecer ainda mais com o DIABO ou não? Depois de aprovarem o ESTATUTO DO EMPRESÁRIO, ao qual chamara de reforma trabalhista, que somente prejudica o empregado e beneficia os corruptos empresários, ainda querem meter de goela abaixo essa vergonhosa reforma da previdência que em nada diminuirá o rombo dos roubos causados por eles políticos mas, se cortassem pela metade os privilégios dos LADRÕES, entendam-se políticos, acabasse com o stf, antigo STF, STJ e mais alguns órgãos obsoletos que formam essa sopinha de letras e acabassem com os roubos aos cofres públicos, ai sim iriamos ter uma economia LORDE e um PAÍS de pelo menos segundo mundo e não de quarto mundo e campeão em roubos e corrupção em sua podre politica.

Por Reforma para o povo - Perdão para os ruralistas!,13/10/2017

Engraçado este "cidadão" falar de reforma da previdência que, segundo ele, e seu chefe-quadrilheiro, estaria "quebrada", mas concede aos ruralistas perdão de dívidas previdenciárias para salvar a pele na nova denúncia que será jogada para de baixo do tapete pelos integrantes da mais danosa quadrilha que chegou ao poder neste país. Chega outubro de 2018, para enxotar, pelo menos, 50% dos bandidos que assumiram o congresso nacional!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM