Jornal do Commercio
Combustíveis

Litro da gasolina já custa R$ 2,79 e ainda deve ficar mais caro na próxima semana

Depois da alta do álcool, preço da gasolina dispara no Recife. Aumento inesperado da procura e necessidade de importação são apontados com responsáveis pelo aumento

Publicado em 05/04/2011, às 23h50

Raissa Ebrahim

O consumidor recifense tem levado um susto na hora de abastecer o carro. Depois da alta do álcool, agora é a vez do preço da gasolina disparar. Em alguns postos da região metropolitana, o litro do derivado de petróleo já chega a custa R$ 2,79, e a promessa do setor é, até a próxima semana, o valor suba mais R$ 0,10, atingindo o recorde de R$ 2,89.

O principal motivo do boom no preço da gasolina foi o aumento da procurar em função da alevação do etanol. Além disso, para conseguir suprir a demanda do mercado interno, o Brasil, que não estava preparado para abastecer uma frota tão grande, tem importado a gasolina do exterior, principalmente dos Estado Unidos. Mas o barril de petróleo também registra índice altíssimos lá fora.

Como alternativa, o consumidor tem rodado a cidade em busca dos postos mais em conta ou pedido carona a amigos e vizinhos. Muita gente alega que não tem que também tem feito menos uso do ar-condicionado e que o jeito tem sido enfrentar o calor do Recife.

Confira a matéria completa na edição desta quarta-feira do caderno de Economia do Jornal do Commercio.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.
#PeloCaminhar #PeloCaminhar
Mais do que mobilidade, caminhar também é apropriar-se da cidade. Mas o caminhar está difícil. A mobilidade a pé necessita de uma infraestrutura própria, decente, que eleve o pedestre ao posto maior. Por isso o JC lança a discussão #PeloCaminhar.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM