Jornal do Commercio
PARCERIA

Grande promoção no varejo durante Liquida Recife

Lojas do Centro e dos shoppings se uniram para realizar dez dias de liquidação. Ação tem início amanhã e segue até o dia 4

Publicado em 24/08/2011, às 09h25

Do JC Online

O consumidor que quer renovar o guarda-roupa ou comprar algum eletrodoméstico, por exemplo, terá uma boa oportunidade a partir desta quinta-feira (25). É que começa a promoção Liquida Recife 2011. Serão dez dias de descontos em quase três mil pontos de venda nos Shoppings Recife, Tacaruna, Plaza, Boa Vista, Guararapes e Costa Dourada e no comércio do Centro. Cerca de 1,8 mil empresas participam da promoção, que há 11 anos não ocorria na capital. O evento, realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do Recife, vai até 4 de setembro, com estimativa de desconto médio de 30%.

A expectativa da organização é a de que o comércio fature cerca de R$ 160 milhões com a iniciativa. Trata-se de cerca de 20% a mais do que igual período de 2010. "O que combinamos com os lojistas é que o desconto tem que ser real. Não vale fazer de conta que é promoção para queimar estoque. É desconto para valer", garante o idealizador do Liquida, o economista baiano Bernardo Carvalho, realizador do evento em 17 Estados. O lojista, porém, não é "obrigado" a liquidar todos os produtos.

"Ele pode escolher o que entra na promoção, mas deve especificar que a peça era "de" e ficou "por" tantos reais", explicou Bernardo, nesta terça-feira (23), na sede da CDL, na Boa Vista, em entrevista coletiva. Ele estima que o valor médio do gasto do consumidor em Pernambuco ficará em torno de R$ 40.

Leia mais na edição desta quarta-feira (24) do Jornal do Commercio




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM