Jornal do Commercio
Economia Economia

paralisação

Acaba greve dos trabalhadores da construção civil do Estado

Após fechar reajuste de 12% com o sindicato patronal, categoria volta ao trabalho nesta sexta-feira (4)

Publicado em 03/11/2011, às 23h10

Do JC Online

Depois de quatro dias de greve os trabalhadores da construção civil do Estado voltam ao trabalho a partir das 8h desta sexta-feira (4). A categoria conseguiu fechar com o sindicato patronal, o Sinduscon, um reajuste de 12% no salário dos operários e a inclusão de oito cláusulas de segurança no trabalho, entre elas a instalação de linha de vida de periferia (cabo de aço que fica amarrado ao cinto de segurança do trabalhador em locais altos), substituição da balança (elevador) trec-trec por equipamentos elétricos, melhoria dos refeitórios nos canteiros e crachá diferenciado para os funcionários cipeiros.

A reunião entre o sindicato dos trabalhadores, Marreta, e o Sinduscon demorou quase seis horas. Segundo a presidente do Marreta, Dulcilene Morais, um dos principais pontos de polêmica foi o desconto dos dias parados. A categoria, não aceitou. “Não iríamos abrir nem para um trem nesta questão. A gente cumpriu todos os preceitos legais: publicamos edital, realizamos assembleia, cumprimos prazo de 48 horas, notificamos o Sinduscon.”

O sindicato realiza uma assembleia às 6h desta quinta (4) para aprovar a proposta fechada quarta (3) e às 8h os trabalhadores já estarão nos canteiros realizando seus trabalhos. Com o acordo de ontem, o salário de um profissional vai para R$ 904 e o de servente R$ 680. “Fechamos um reajuste acima da inflação que nenhuma categoria no Estado conseguiu”, festejou a presidente do Marreta.

Palavras-chave


Comentários

Por timoteo manoel,27/07/2012

desejo que me mandem pro meu email tudo sobre trabalhadore de construção civil almentos é des contos é principal mente avisos. obrigado e tudo de bom pra vocês: sucessos.

Por joseilton gomes de freitas,04/11/2011

parabens por mas uma conquista!...isso prova a os trabalhadores fracos q comentão nas obras q a marreta so serve pra comer o dinheiro do pião,prova q eles estão enganados !!a marreta ñ é 10 ela e 1000!obg DULCILENE continue lutando ,e q DEUS t abençoe sempre vc e todos q fasem a marreta.

Por ivanildo ,04/11/2011

valeu marreta mais uma conquista por uma mulher isso chama-se uma mulher que deus lhe abençoe

Por maria severina,04/11/2011

Parabéns a todos da categoria, q continuem sempre firmes e fortes nas lutas. Vocês são a e serão única ferramenta importante da área.

Por ALE,04/11/2011

parabens marreta pela conquista. essa é a nossa presidente ...

Comentar


nome e-mail
comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

Últimas notícias

Anteriores
Próximos

Fotos do dia

Arrastão do frevo para os resistentes no Bairro do Recife
Foto: Guga Matos/JC Imagem

> JC Imagem

Arrastão do frevo para os resistentes no Bairro do RecifeArrastão do frevo para os resistentes no Bairro do RecifeArrastão do frevo para os resistentes no Bairro do RecifeArrastão do frevo para os resistentes no Bairro do RecifeArrastão do frevo para os resistentes no Bairro do Recife

Ranking do dia

OFERTAS

Especiais JC

100 anos da Medicina 100 anos da Medicina
Especial 100 anos da Medicina aborda o surgimento das escolas médicas em Pernambuco
Novos mercados Novos mercados
Novas exigências do mercado de trabalho sob o impacto das tecnologias da informação
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM