Jornal do Commercio
Infraestrutura

Duplicação da BR-408 será antecipada

Rodovia corta municípios como São Lourenço da Mata, Paudalho e Carpina, que formam novo eixo de desenvolvimento econômico do Estado

Publicado em 09/01/2014, às 00h40

Duplicação de 42km da BR-408 foi fruto de um investimento total de R$ 465 milhões, dos governos federal e estadual / Divulgação DER-PE

Duplicação de 42km da BR-408 foi fruto de um investimento total de R$ 465 milhões, dos governos federal e estadual

Divulgação DER-PE

Da Editoria de Economia

A entrega da última fase da duplicação de parte da BR-408 será antecipada em cinco meses. O fluxo para veículos será liberado em março. Em Pernambuco, a rodovia tem início no entroncamento com a BR-232, na altura do Curado, Zona Oeste do Recife, e passa pelos municípios de São Lourenço da Mata, Paudalho e Carpina. Juntos, eles formam um dos novos eixos de desenvolvimento econômico do Estado. A duplicação dos 42 quilômetros, fruto de um investimento total de R$ 465 milhões, será peça-chave na atração de investimentos industriais, agropecuários, comerciais e imobiliários.

A obra foi realizada em duas fases. A parte que será entregue neste início de ano compreende 22km, da antiga fábrica de Bicopeba, em São Lourenço, até Carpina. Foram investidos, nesse trecho, um total de R$ 226 milhões, sendo R$ 203 milhões do governo federal, através do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), e R$ 23 milhões por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Pernambuco (DER-PE), parte integrante do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC I). O governo de Pernambuco ainda precisou desembolsar outros R$ 73 milhões em 800 desapropriações. Os aportes envolvem ainda a construção de 14 viadutos e duas pontes e foi usada uma tecnologia americana de acabamento chamada cepilhamento asfáltico. 

A primeira fase foi entregue em 2012 e compreendeu a recuperação e duplicação de quase 20 km, entre a BR-232 e Bicopeba. Foram R$ 135 milhões de investimentos do governo federal e outros R$ 31 milhões do Estado. Houve ainda a construção do viaduto próxima à Arena da Copa, que custou R$ 34 milhões, oriundos do cofre estadual. 

“A pista simples estrangulava o desenvolvimento da região por conta da falta de mobilidade”, lembra o presidente do DER-PE, José Cavalcanti Carlos Júnior. Em setembro, a Famastil Taurus Ferramentas inaugurou, já com expectativa de ampliação, uma planta em São Lourenço, um investimento de R$ 12 milhões com geração de 80 empregos diretos. Mais duas empresas estão se instalando no município, que possui, segundo a Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (AD Diper), dez hectares de área industrial com potencial de se tornar polo no futuro. São elas: Maxtil, de calhas metálicas (investimento de R$ 12 milhões, com 140 empregos) e Ipal, de panelas (R$ 8 milhões e 136 empregos). A região cortada pela BR-408 também se destaca pela produção de cana, mandioca, laranja e maracujá e pela indústria de cerâmica. 

GARGALO - Apesar do avanço, Carpina ainda terá que enfrentar um forte gargalo de mobilidade que existe na sua área urbana. Isso porque a duplicação da BR-408 termina no início da cidade, no entroncamento com a PE-090 (restaurada em 59km em 2013), e não se estende por todo o perímetro urbano. Carlos Júnior diz que pensar um projeto de continuação dependente do Dnit. 




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Dossiê das torcidas organizadas Dossiê das torcidas organizadas
Série de reportagens mostra a atuação das torcidas organizadas em Pernambuco a partir de 2001, ano da primeira morte em consequência dos confrontos
Fora dos trilhos Fora dos trilhos
Dez anos depois do início das obras da Transnordestina, o pouco que foi construído está abandonado. Era 'o sonho' de uma ligação férrea entre o litoral e o interior do Nordeste
Expedição Antártida Expedição Antártida
A editora Mona Lisa Dourado e o repórter fotográfico Igo Bione acompanham parte das atividades da 32ª Operação Antártica, a convite da Marinha do Brasil

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2016 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM