Jornal do Commercio
economia economia
  • Tamanho do texto:
  • A-
  • A+

Infraestrutura

Duplicação da BR-408 será antecipada

Rodovia corta municípios como São Lourenço da Mata, Paudalho e Carpina, que formam novo eixo de desenvolvimento econômico do Estado

Publicado em 09/01/2014, às 00h40


Da Editoria de Economia

Duplicação de 42km da BR-408 foi fruto de um investimento total de R$ 465 milhões, dos governos federal e estadual / Divulgação DER-PE

Duplicação de 42km da BR-408 foi fruto de um investimento total de R$ 465 milhões, dos governos federal e estadual

Divulgação DER-PE

A entrega da última fase da duplicação de parte da BR-408 será antecipada em cinco meses. O fluxo para veículos será liberado em março. Em Pernambuco, a rodovia tem início no entroncamento com a BR-232, na altura do Curado, Zona Oeste do Recife, e passa pelos municípios de São Lourenço da Mata, Paudalho e Carpina. Juntos, eles formam um dos novos eixos de desenvolvimento econômico do Estado. A duplicação dos 42 quilômetros, fruto de um investimento total de R$ 465 milhões, será peça-chave na atração de investimentos industriais, agropecuários, comerciais e imobiliários.

A obra foi realizada em duas fases. A parte que será entregue neste início de ano compreende 22km, da antiga fábrica de Bicopeba, em São Lourenço, até Carpina. Foram investidos, nesse trecho, um total de R$ 226 milhões, sendo R$ 203 milhões do governo federal, através do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), e R$ 23 milhões por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Pernambuco (DER-PE), parte integrante do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC I). O governo de Pernambuco ainda precisou desembolsar outros R$ 73 milhões em 800 desapropriações. Os aportes envolvem ainda a construção de 14 viadutos e duas pontes e foi usada uma tecnologia americana de acabamento chamada cepilhamento asfáltico. 

A primeira fase foi entregue em 2012 e compreendeu a recuperação e duplicação de quase 20 km, entre a BR-232 e Bicopeba. Foram R$ 135 milhões de investimentos do governo federal e outros R$ 31 milhões do Estado. Houve ainda a construção do viaduto próxima à Arena da Copa, que custou R$ 34 milhões, oriundos do cofre estadual. 

“A pista simples estrangulava o desenvolvimento da região por conta da falta de mobilidade”, lembra o presidente do DER-PE, José Cavalcanti Carlos Júnior. Em setembro, a Famastil Taurus Ferramentas inaugurou, já com expectativa de ampliação, uma planta em São Lourenço, um investimento de R$ 12 milhões com geração de 80 empregos diretos. Mais duas empresas estão se instalando no município, que possui, segundo a Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (AD Diper), dez hectares de área industrial com potencial de se tornar polo no futuro. São elas: Maxtil, de calhas metálicas (investimento de R$ 12 milhões, com 140 empregos) e Ipal, de panelas (R$ 8 milhões e 136 empregos). A região cortada pela BR-408 também se destaca pela produção de cana, mandioca, laranja e maracujá e pela indústria de cerâmica. 

GARGALO - Apesar do avanço, Carpina ainda terá que enfrentar um forte gargalo de mobilidade que existe na sua área urbana. Isso porque a duplicação da BR-408 termina no início da cidade, no entroncamento com a PE-090 (restaurada em 59km em 2013), e não se estende por todo o perímetro urbano. Carlos Júnior diz que pensar um projeto de continuação dependente do Dnit. 

imprima
envie para um amigo
reportar erro

Comentários

Por FRANCISCO BEZERRA.,09/01/2014

ENQUANTO OS OUTROS MUNICIPIOS SÃO CONTEMPLADOS COM DUPLICAÇOES DE RODOVIAS, QUEM MORRA NO MUNICIPIO DE SIRINHAÉM, VIVE CONSTANTIMENTE COM ESTRADAS QUE JÁ FORAM PISTAS E AGORA SO SE VER BARROS A ONDE JÁ SE FOI ASFALTO É O CASO DA ESTRADA QUE LIGA A CIDADE DE SIRINHAÉM AO DISTRTO DE IBIRATINGA, O MESMO PODEMOS DIZER DA ESTRADA QUE LIGA O DISTRITO DE STO AMARO DE SIRINHAÉM, SEM FALAR NA PISTA QUE DAR ACESSO AO DISTRITO DE HAVER O MAR UM PARAISO TURISTICO ABONDONADO PELO PODER PUBRICO. E OS MORRADORES DE SAO JOSE DA COROA GRANDE, DE BARREIROS, TAMANDARÉ, RIO FORMOSO, SIRINHAÉM E OS DE CAMELA, QUE SOFREM COM OS ENGARAFAMENTO DIARIOS DE SUAPE!

Por nathalia,09/01/2014

antecipada???? A obra começou em 2011 e até agora não ficou pronta. Passo lá sempre e vejo que demorou muito. A última vez que eu passei, era de manhã e não tinha ninguém trabalhando. Me poupe!!!

Por rivanildo,09/01/2014

Passo todos os dias nessa BR-408 de Carpina ao Curado e o que vejo é uma obra importante para oportunizar o crescimento econômico dos municípios próximos. Porém, há que de ser analisada a ocupação das margens da BR408 para não virar um monte de favela como já podemos ver em Paudalho. Cade o poder público aí fiscalizando essas ocupações irregulares? Além desse problema, cito a má qualidade do asfalto colocado na primeira etapa que já está apresentando buracos no sentido Tiúma/são lourenço/curado. Por fim, esse processo de cepilhamento asfáltico é muito confortável para o motorista, pois reduz o ruído dentro do carro, mas o governo nunca vai fazer as revisões desse processo a cada decênio.

Por oliver,09/01/2014

a mobilidade na av.dr.claudio gueiros leite\paulista-Janga,próximo ao Bompreço,Varejão paulista ,Forte de pau-amarelo,ate a Ponte do Janga todos esses citados,ficam próximo a orla da Praia.nos finais de semana e um verdadeiro caos,e o pior de tudo e que, não se ver um GUARDA DE MULTAS,nesses locais,de segunda a sexta,ficando ao deus dará.agora já no centro no entorno da Prefeitura,e um verdadeiro pelotão azul de GUARDAS DE MULTAS,fiscalizando o que não sei? os condutores não respeitam os pedestres,passam por cimas das calçadas,avançam semáforos e se arriscam a fazer manobras altamente perigosas,pondo em risco a vida de transeuntes idosos,que sempre,caminha nas calçadas,que por sinal,temos que desviar das placas comercias,expostas nas calçadas. a travessia do Bompreço e super perigosa,e mal sinalizada,a faixa de pedestre,quase não se ver. logo adiante a travessia,do Varejão Paulista,e risco a todo momento,não existe semáforo,nem faixa de pedestre.

Por Amparo,09/01/2014

Mobilidade em Carpina é zero. Convido vocês do JC para fazer reportagens sobre os problemas da cidade: Violência, falta mobilidade, falta de água, lixo...

Comentar


nome e-mail
comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

Últimas notícias

Anteriores
Próximos

Fotos do dia

Na madrugada de quinta, técnicos trabalhavam na estação Joairam
Chico Porto/JC Imagem

> JC Imagem

Na madrugada de quinta, técnicos trabalhavam na estação JoairamNo Bongi pode ter se originado o incidente que provocou o clarão e os apagõesApagão em Setúbal, foto enviada após a meia noiteBoa Viagem às escurasLeitor enviou imagem de Candeias

Ranking do dia

Especiais JC

Especial Novembro Azul Especial Novembro Azul
Site mostra os riscos do câncer de próstata e a importância da prevenção da doença.
Mapa das eleições 2014 Mapa das eleições 2014
Veja como foi a votação para presidente por Estado
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM