Jornal do Commercio
Economia Economia
  • Tamanho do texto:
  • A-
  • A+

Justiça

Correção do FGTS: mitos e verdades

Questão ainda não foi decidida pelo Judiciário, mas ações pipocam em todo o Brasil

Publicado em 15/01/2014, às 16h20


Do JC Online

Trabalhador pode entrar na Justiça, mas direito é incerto / Marcello Casal Jr/ABr

Trabalhador pode entrar na Justiça, mas direito é incerto

Marcello Casal Jr/ABr

O Supremo Tribunal Federal (STF) mudou a correção do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)? Basta entrar na Justiça para ter direito a receber dinheiro referente a perdas de 14 anos de correção inadequada do Fundo? Boatos e informações desencontradas há um mês têm feito muitas pessoas buscarem informações sobre a correção do FGTS, como se já houvesse um direito líquido e certo. Mas a Justiça, na verdade, ainda não decidiu nada sobre o caso. Trata-se de uma tese jurídica, um bom argumento em favor dos trabalhadores que tem levado milhões de pessoas ao Judiciário, no País.

Para tirar as dúvidas dos leitores, o JC preparou uma lista de perguntas e respostas com ajuda de advogados e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) de Pernambuco. Leia a seguir.


1) Que discussão é essa sobre o FGTS?

O debate envolve os questionamentos da correção monetária do FGTS pela Taxa Referencial, a chamada TR. Essa taxa foi criada em 1991 como forma de combate à inflação e justamente por isso não reflete a subida de preços da economia. Ela começou a ser aplicada ao FGTS há 14 anos e desde então o Fundo perde a corrida para a inflação – segundo especialistas, as perdas para o trabalhador desde que a TR começou a corrigir o Fundo, há 14 anos, já superam 90%. O Judiciário já foi inundado de ações sobre o uso da TR na poupança e nos precatórios, por exemplo.

 

2) O STF já decidiu sobre a correção do FGTS?

Não. Mas há incontáveis ações no País já em tramitação, individuais e coletivas. Só a CUT do Rio Grande do Sul entrou com ação coletiva representando 2,5 milhões de trabalhadores gaúchos.

3) Então o trabalhador tem ou não tem direito a corrigir o Fundo pela inflação?

Atualmente não, justamente porque não há decisão judicial a respeito.

 

4) De onde veio a tese de que o trabalhador tem direito a mudar a correção do FGTS?

A história da correção do FGTS pela inflação e não pela TR é uma tese jurídica ainda não julgada em definitivo. Ela tem como base o julgamento, no STF, de outros casos que envolvem não o FGTS, em especial um sobre precatórios, dinheiro devido pelo poder público a pessoas e a empresas. Nesse outro caso, o STF decidiu em março passado que os precatórios deveriam ser corrigidos pela inflação e não pela Taxa Referencial. Assim, os especialistas entendem que a lógica deve ser a mesma para o FGTS.


5) O trabalhador tem direito de buscar a Justiça? Qual a melhor opção, nesse caso?

Se quiser, qualquer um pode acionar o Judiciário, o que não significa que vá ganhar a causa. É preciso esperar o resultado da ação, o que pode levar anos. Como se trata de um assunto com amplo interesse social, o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) de Pernambuco, Carlos Veras, recomenda que o interessado busque o jurídico do sindicato a qual está vinculado. “É preciso analisar caso a caso, até porque há advogados bem intencionados e outros que querem se aproveitar da fragilidade do trabalhador. Ou seja, é preciso avaliar bem antes de decidir por uma ação coletiva, via sindicato, ou individual, pagando do próprio bolso”, diz Carlos Veras.

Comentários

Por patrice,14/07/2015

Caso o stf decida pela correção qualquer, caso vire lei, e necessario entar na justiça ou a caixa podera pagar sem entrar com uma ação, digo, pagar automaticamente?

Por Dr. Aulisson,06/03/2014

Nobres colegas advogados! Disponho de material completo para ajuizamento e recursos acerca da Ação FGTS, com modelos de inicial e documentação suporte, inclusive com sentença procedente, bem como recurso inominado/apelação, Edcl, Agravo Regimental e de Instrumento, além de Recurso Extraordinário. VALORES PARA AQUISIÇÃO DO PACOTE/PEÇAS e maiores informações: lissonp@gmail.com

Por Dr. Roberto Corrrea,06/03/2014

Disponibilizo aos colegas Kit completo para ajuizamento das Ações de correção do FGTS. Interessados façam contato com advogadorobertocorrea@gmail.com Dr. Roberto Correa

Por Dr. Aulisson,03/02/2014

Olá nobres colegas advogados! Disponibilizo material jurídico para ajuizamento acerca da Ação FGTS, com modelos de inicial e documentação suporte, inclusive com sentença procedente, bem como recurso inominado/apelação e recurso extraordinário. Valores do pacote/peças e maiores informações: lissonp@gmail.com

Por Dr Rivaldo Ribeiro,03/02/2014

Estou disponibilizando aos colegas que precisarem Inicial FGTS 1999 a 2013 atualizada jan./14 SENTENÇAS PROCEDENTES de jan./14 Parana, Rio Grande do Sul e Minas Gerais Tabela Excel (aprovada pela justiça Federal) atualizada até jan./14 Impugnação a contestação Contestação da caixa Decisão do STF, STJ, Recurso Inominado e demais documentos para instruira ação. Pedidos pelo email: rivaldo_ribeiro@hotmail.com Dr. Rivaldo Ribeiro

Comentar


nome e-mail
comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

Últimas notícias

Anteriores
Próximos

Fotos do dia

Foto: Tato Rocha/JC Imagem

> JC Imagem

Ranking do dia

OFERTAS

Especiais JC

100 anos da Medicina 100 anos da Medicina
Especial 100 anos da Medicina aborda o surgimento das escolas médicas em Pernambuco
Novos mercados Novos mercados
Novas exigências do mercado de trabalho sob o impacto das tecnologias da informação
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM