Jornal do Commercio
INFRAESTRUTURA

Licitação do lote 2 do Arco Metropolitano mais perto de sair do papel

Expectativa é que a licitação seja lançada na próxima terça-feira, dia 28, quando a presidente Dilma Rousseff (PT) vai visitar o Estado

Publicado em 25/04/2015, às 09h00

O Arco Metropolitano vai permitir os motoristas irem de Suape a Goiana sem passar pelos congestionamentos da BR-101 / Guga Mattos/ JC Imagem

O Arco Metropolitano vai permitir os motoristas irem de Suape a Goiana sem passar pelos congestionamentos da BR-101

Guga Mattos/ JC Imagem

Da Editoria de Economia

A licitação para o lote 2 do Arco Metropolitano parece estar mais perto de sair do papel. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) entr[TEXTO]egou, esta semana, à Agência Pernambucana de Meio Ambiente (CPRH) as informações que estavam faltando para concluir a análise do licenciamento ambiental desse trecho da obra, que vai ligar Suape a São Lourenço da Mata. No meio político, a expectativa é de que a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), lance o edital para a contratação de obras do lote 2 na visita que fará a Pernambuco para a inauguração da montadora da Jeep na próxima terça-feira.O Arco Metropolitano é fundamental para melhorar a mobilidade do Grande Recife, porque vai implantar uma alça viária ligando Suape, no Litoral Sul, a Goiana, na Mata Norte, sem passar pelos congestionamentos frequentes da BR-101.

 


Quando a fábrica da Jeep decidiu se instalar em Pernambuco, o governo do Estado assumiu a obrigação de fazer a obra ainda na gestão do governador Eduardo Campos (PSB), morto em agosto último. Na época, a obra era uma estrada com uma extensão de 98 km e um orçamento superior a R$ 1 bilhão. É um empreendimento importante para escoar os veículos a serem produzidos pela Jeep.

No entanto, o lote 1 ainda não tem data para lançamento da licitação. Ele ainda não tem traçado definido porque o projeto original cortava a Área de Proteção Ambiental (APA) Aldeia-Beberibe, região que abriga mananciais de alguns rios que abastecem a Zona Norte do Grande Recife, o que gerou protestos de ambientalistas que ameaçaram usar os meios legais para embargar a obra, caso ela fosse realizada.

A reportagem do JC procurou a CPRH e o Dnit, mas ambos não se pronunciaram sobre o assunto. Há duas semanas, o Dnit e a CPRH fizeram um acordo de que o primeiro enviaria as informações que estavam faltando até a última quinta-feira e a CPRH se comprometeria a emitir a licença ambiental até a próxima segunda-feira. Por isso, surgiu essa expectativa do lançamento do edital na próxima semana. O lote 2 está num processo de licenciamento pela CPRH desde novembro do ano passado.

O projeto do Arco é apontado como solução para melhorar a mobilidade do Grande Recife desde 2008. O acerto para lançar o edital de licitação do lote 2 entre o governo do Estado e o governo federal ocorreu num encontro no dia 8 de maio do ano passado entre o então governador João Lyra Neto (PSB) e o ministro dos Transportes da época, César Borges (PR), quando ficou acertado que o edital do lote 2 seria lançado em junho de 2014 pelo governo federal. Nesse encontro, o empreendimento foi dividido em dois lotes para a execução das obras.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM