Jornal do Commercio
Concurso público

Secretaria de Administração decide não prorrogar concurso da Sefaz-PE

Certame vence no sábado (17)

Publicado em 16/12/2016, às 20h07

Concurso público nomeou 53 servidores / Foto: Domínio Público
Concurso público nomeou 53 servidores
Foto: Domínio Público
JC Online

A Secretaria de Administração do Governo do Estado (SAD) optou por não prorrogar a validade do concurso público para auditores fiscais do tesouro estadual do órgão, que vence neste sábado (17). O certame, cujo edital foi publicado em julho de 2014, previa a contratação de 25 profissionais de nível superior, e acabou nomeando 53 servidores. Por outro lado, aprovados se queixam, pois ainda há mais de 300 cargos sem ocupação na instituição. 

Em nota, a Sad disse que "com previsão inicial de nomear 25 aprovados, o Governo do Estado nomeou 53 concursados, 100% além do previsto no edital". A secretaria declarou, ainda, que com o encerramento do prazo de validade do certame, quando necessário, o Governo realizará um novo concurso.

Na opinião dos participantes da comissão de aprovados no certame, não há justificativa para a não prorrogação do concurso, "já que este ato não gera custo algum para o Estado e ele fica com uma lista de aprovados à disposição para chamar se houver necessidade. Foram nomeados 50 aprovados, no entanto, a SEFAZ possui um quadro de 400 cargos vagos e uma história de 23 anos sem concurso público, precisando de reoxigenação, situação considerada crítica por muitos servidões da casa".

Recomendados para você


Comentários

Por marcos conceição,08/02/2017

Novo Concurso !, uma forma de trazer periodicidade ao SEFAZ-PE.

Por Antonio,19/12/2016

A não prorrogação foi um ato político. A SEFAZ é liderada por Auditores transpostos, pessoas que fizeram concurso de nível médio e por meio de um ato inconstitucional foram transformadas em Auditores sem concurso. O governo sabe disse e se omite. Os novos aprovados são pessoas de alto nível que passaram num concurso extremamente difícil e que estão sendo prejudicados.

Por Claudio,17/12/2016

Deveria prorrogar sim! É um ato que não oneraria os cofres do Estado. Além disso, há mais de 200 auditores com tempo de aposentadoria. fazia 23 anos que não havia concurso para Auditor. Não haveria problema nenhum de prorrogar o concurso por mais 2 anos.

Por Maria,17/12/2016

Não tem que prorrogar.Tem que fazer um novo para que todos possam concorrer.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM