Jornal do Commercio
TURISMO

Fernando de Noronha com desconto na baixa temporada

Os descontos vão até 30 % no preço de pacotes turísticos, hospedagem, restaurantes, passeios e loja

Publicado em 10/02/2017, às 21h52

Campanha prevê descontos de até 30% em vários serviços em Fernando de Noronha na baixa temporada entre abril e junho  / Heudes Regis/JC IMagem
Campanha prevê descontos de até 30% em vários serviços em Fernando de Noronha na baixa temporada entre abril e junho
Heudes Regis/JC IMagem
Da Editoria de Economia

Quem tem vontade de conhecer Fernando de Noronha – um dos destinos mais caros do País –, poderá gastar menos se for para o arquipélago entre abril e junho deste ano, quando a campanha Mais Noronha dará descontos de 5% até 30% no preço da hospedagem, alimentação, passeios, pacotes de viagens e outros serviços. Isso pode fazer a diferença no bolso do turista. “A nossa intenção é atrair mais turistas na época da baixa estação. E vamos divulgar Noronha e Pernambuco em outras cidades”, diz o administrador da ilha, Luís Eduardo Antunes.

A iniciativa será lançada, na próxima segunda-feira, pela Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, no Restaurante Papa Capim às 19 horas. Na próxima quinta-feira, será realizado um evento no Rio de Janeiro e na sexta, em São Paulo. Serão gastos R$ 150 mil na iniciativa direcionada principalmente a propagar Noronha para operadores de turismo, agentes de viagem e imprensa, além de divulgar o destino em meios digitais. 

Em média, Noronha recebe 8,2 mil turistas por mês. São quatro voos diários para o arquipélago, sendo um operado pela Gol e três pela Azul. A Gol ainda está avaliando a sua participação no projeto, segundo a assessoria de imprensa da empresa. Já a Azul divulgou, via assessoria de imprensa, que vai aderir à campanha apenas nas tarifas dos pacotes turísticos (que incluem passagem, hospedagem e outros serviços ligados ao turismo). Os descontos (nos pacotes) serão de até 30% em relação aos valores regulares e podem variar dependendo do serviço, de acordo com a companhia aérea.

SITE

Todas as informações sobre o Mais Noronha estão disponíveis no site oficial da campanha, o www.maisnoronha.com. Lá, o viajante poderá encontrar a lista de pousadas, restaurantes e serviços que estão oferecendo descontos. O maior desconto é de 40% oferecido na compra de produtos da Loja Espaço Luz. Nos restaurantes, os descontos só chegam a 10%. 

Ainda no arquipélago, o turista paga uma taxa de permanência em Noronha de pelos dias em que fica na ilha. O valor da taxa é de R$ 68,20 até o quarto dia de hospedagem. Depois disso, o preço começa a aumentar. “Não podemos dar um desconto nessa taxa porque ela é estabelecida por lei”, argumenta Luís Eduardo.

E os descontos oferecidos podem fazer a diferença. Para duas pessoas, uma diária na Pousada Triboju custará R$ 751 a menos, um passeio de barco de um dia sairá R$ 66 mais barato e a dupla ainda poderá economizar R$ 50, caso comprem dois passeios no Primeiríssima Receptivo, pois não precisará pagar o traslado da pousada para o aeroporto, o qual a empresa cobra R$ 25 por pessoa. Ou seja, ao se somar tudo a economia foi de R$ 867.

Recomendados para você


Comentários

Por Comissário Jiló,14/02/2017

O "Jornalista" pega o maior JABA da Pousada Triboju, mandando pro espaço as outras mais de 50 pousadas e ainda se nega a publicar nosso comentários. Cara, isso não foi reportagem, foi publicidade paga e não recebida pelo sistema JC.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM