Jornal do Commercio
JC 360

Como funciona uma instituição financeira cooperativista?

Cooperativas de crédito unem as forças dos associados para oferecer os mesmos serviços dos bancos, mas com vantagens

Publicado em 29/05/2017, às 11h38

Presidente do Sicredi Recife, Floriano Quintas, defende que as instituições financeiras cooperativistas têm taxas mais atrativas que as do mercado. / Ashlley Melo/JC360
Presidente do Sicredi Recife, Floriano Quintas, defende que as instituições financeiras cooperativistas têm taxas mais atrativas que as do mercado.
Ashlley Melo/JC360
JC Online

Há quem acredite que falar em instituição financeira é falar de estresse, burocracia e tempo perdido. O médico radiologista Stepheson do Nascimento Santana, de 54 anos, tinha esse pensamento. “É muita gente para ser atendida, os gerentes não conseguem disponibilizar um atendimento diferenciado para você. Eu trabalho muito, não tenho tempo para estar em banco”, lamenta.

Até que, há alguns anos, Stepheson precisou de um empréstimo. Por ser profissional de saúde, foi orientado a buscar uma instituição financeira cooperativista. “A partir daí é que tive conhecimento de como funciona. Até já consegui levar algumas pessoas comigo. Todos eles tinham esse mesmo desconhecimento”, relata o médico.

Uma cooperativa de crédito é uma instituição financeira formada pela associação de pessoas, com a finalidade de oferecer os mesmo produtos e serviços que as instituições bancárias comuns, como conta corrente, cartões de crédito e débito, empréstimos e aplicações, entre outros. A diferença é que as taxas são diferenciadas e os serviços, normalmente mais baratos do que os oferecidos pelo mercado. A filosofia é voltada para a sustentabilidade: todos os associados são considerados donos do negócio e participam das decisões coletivas. “Você tem muito mais força para negociar, é tudo mais forte”, pontua Stepheson.

Mais de cinco milhões de brasileiros controlam suas finanças através de instituições financeiras cooperativas. Na época em que precisou de um empréstimo, o médico associou-se à Unicred. Recentemente, a cooperativa filiou-se ao Sicredi e passou a integrar uma das maiores instituições financeiras do país. Por ter abrangência nacional, ela amplia as soluções oferecidas aos associados. Só o Sicredi, por exemplo, conta hoje com mais de 3,4 milhões de associados.



“O nosso trabalho como instituição financeira funciona igual a todas as instituições bancárias, mas com um grande diferencial: trabalhamos com atendimento personalizado”, explica o presidente da Sicredi Recife, Floriano Quintas. São 118 cooperativas de crédito filiadas à Sicredi em 20 estados brasileiros, incluindo Pernambuco.

Entre as vantagens que Floriano aponta estão o horário estendido, das 8h às 16h; taxas mais baixas de empréstimo e financiamento; e o fato de que cada associado recebe, em dinheiro, uma parte dos resultados da cooperativa. “Diferente de uma instituição bancária, cujo lucro é distribuído a dois ou três capitais, aqui resultado é distribuído proporcionalmente à movimentação de cada associado”, continua o presidente da instituição.

“É aquela coisa de juntar forças. O banco é teu. Tenho conta em outros bancos há mais de 20 anos e nunca me reverteram em dinheiro uma coisa que fiz lá”, pontua Stepheson. Para ele, que não tem muito tempo sobrando para visitar agências bancárias, a grande vantagem é a proximidade com os gerentes. “O banco oficial tem uma frieza muito grande de relacionamento. É muito diferente da Sicredi, que você mantém um tratamento, uma convivência, um relacionamento muito próximo com as pessoas de lá. Muitas vezes que eu precisei e não tive tempo de ir até eles, meu gerente me procurava, ia até o meu trabalho. Hoje em dia, todo mundo precisa de tempo, tempo é fundamental”, diz. A Sicredi Recife conta ainda com internet banking e aplicativos para celulares.

Por enquanto, podem se associar à Sicredi Recife empresários e profissionais da área de saúde do Grande Recife, Mata Norte e Mata Sul, de níveis técnico e superior. São 1.500 agências em todo o país.

Serviço

Sicredi Recife: www.sicredirecife.com.br
Fone: 2101-6161


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM