Jornal do Commercio
PERNAMBUCO

Procura por hotéis no interior cresce até 40% neste São João

Festa deste ano conta com otimismo de empresários e mais hóspedes dispostos a aproveitar a festa nos polos do Estado

Publicado em 18/06/2017, às 07h15

Festividades do interior fizeram com que leitos em alguns hotéis se esgotassem com 40 dias de antecedência / Foto: JC Imagem
Festividades do interior fizeram com que leitos em alguns hotéis se esgotassem com 40 dias de antecedência
Foto: JC Imagem
JC Online

O São João deste ano vai ser bom para a rede hoteleira do interior de Pernambuco. Dos grandes hotéis a pacotes de viagem mais em conta, as demandas em relação ao mesmo período de 2016 cresceram, em alguns casos, em até 40%. O resultado é comemorado pelos empresários da região, que vem sofrendo há cinco anos com a maior seca dos últimos 100 anos.

No destino mais famoso do período, Caruaru, no Agreste do Estado, a ocupação dos leitos está entre 95% e 100% nos fins de semana, resultado de um aumento de cerca de 20% da demanda, segundo a Associação Brasileira de Agências de Viagens em Pernambuco (Abav-PE). “De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), o empresário do Agreste estava mais otimista do que o restante do Estado. É uma data muito importante para o interior, principalmente num momento de seca e da cheia recente”, analisa o economista da Fecomércio-PE Rafael Ramos.

Em Gravatá, outro importante destino no período, a procura cresceu 40% na comparação com o mesmo período do ano passado. “Em 2016 também conseguimos lotação total, mas isso só aconteceu com 15 dias antes da festa. Este ano, com 40 dias antes do São João todos os leitos estavam reservados”, diz o vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Pernambuco (ABIH-PE), Eduardo Cavalcanti, que também é diretor do Hotel Fazenda Portal de Gravatá.



Segundo Cavalcanti, o aumento da procura é em parte reflexo da melhora nas perspectivas econômicas e, de outro lado, reflexo de uma faixa de hóspedes que em outros anos viajaria para outras regiões ou países e agora opta pelo interior do Estado. “Em Gravatá como um todo, a ocupação está em torno de 80% nos hotéis. Mas a cidade tem um diferencial de receber muitas pessoas que têm segunda moradia”, comenta.

NOVAS OPÇÕES

Além da hospedagem, o turismo no interior também está aquecendo a procura por pacotes de “bate e volta” para os principais destinos juninos. “São pacotes baratos, viáveis para quem não pode ficar o fim de semana inteiro e ainda oferece segurança para quem pretende beber durante a festa. É um serviço cuja procura vêm aumentando a cada ano, agora em 2017 cresceu 15%”, afirma o presidente da ABAV-PE, Marcos Teixeira.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM