Jornal do Commercio
FESTAS JUNINAS

Quadrilhas infantis brilharam no Sítio Trindade no Dia de São João

Teve forró, shows, fogos e muita animação

Publicado em 24/06/2017, às 20h36

Quadrilha Xilindró dos Ritmos se apresentou no Sítio Trindade / Foto:Bob Fabisak/JC Imagem
Quadrilha Xilindró dos Ritmos se apresentou no Sítio Trindade
Foto:Bob Fabisak/JC Imagem
Da Editoria de Cidades

Forró, quadrilha infantil e fogos animaram a noite de São João no Sítio Trindade, na Zona Norte do Recife. “É o polo mais próximo da minha casa. E diversificado: tem apresentação de música, quadrilha, pode trazer fogos. Acho interessante”, diz a psicóloga Luciana Valença residente no Bairro da Tamarineira, que comemorava a festa com a família.

No Sítio Trindade, uma das áreas mais movimentadas, no começo da noite deste sábado (24/06), foi a que recebeu a apresentação da 4ª Mostra de Quadrilhas Juninas promovida pela Prefeitura do Recife. Na apresentação de pelo menos três grupos, o forró, ritmo tradicional da festa não predominou. As crianças e adolescentes dançaram ao som de músicas infantis, canções que fazem sucesso no mundo dos adolescentes, como por exemplo Trem Bala, de Ana Vilela, entre outros.

“Quisemos inovar nas mensagens. Por isso, escolhemos músicas da MPB que passam mensagens interessantes para as crianças e adolescentes”, afirma o coordenador da quadrilha Xilindró dos Ritmos, Carlos André Silva. O grupo se apresentou com 40 dançarinos, a partir dos cinco anos de idade e encantou com a graça dos seus dançarinos. Um dos destaques era Gleidson Lucas Gabriel da Silva, 5 anos. “Gosto muito de dançar e dessa época de São João”, diz o garoto, que faz parte do grupo há dois anos.



QUADRILHA

A Xilindró dos Ritmos é da comunidade de Pixete, em São Lourenço da Mata, Zona Oeste da Região Metropolitana do Recife. Se apresentaram seis quadrilhas, incluindo a Sapeca, do Bairro Morro da Conceição, e a Sulanquinha, do município Brejo da Madre de Deus.

A coordenadora da Mostra, Telma Nunes, explica que a trilha sonora do evento é livre, porque não há competição e o “objetivo é estimular a tradição da quadrilha no São João entre crianças e adolescentes”. Hoje, mais seis grupos de quadrilhas infantis se apresentam a partir das 17 horas no Sítio Trindade, em Casa Amarela.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM