Jornal do Commercio
JC 360

Consignado para servidores

Todos os servidores públicos associados à cooperativa Sicredi Pernambucred podem solicitar empréstimos consignados na instituição

Publicado em 30/06/2017, às 06h00

Clarissa Rocha conseguiu dois empréstimos consignados na cooperativa / Luiz Pessoa/JC Imagem
Clarissa Rocha conseguiu dois empréstimos consignados na cooperativa
Luiz Pessoa/JC Imagem
JC Online

Quando a funcionária pública Clarissa Rocha precisou de um empréstimo para pagar dívidas, deu-se início a uma busca pelas taxas mais vantajosas do mercado. “A partir do momento em que fiz o levantamento desses empréstimos, vi que não era para mim. Não seria possível. Eles trabalhavam e trabalham até hoje com a taxa muito acima do que as minhas condições permitiam”, explica ela.
Anos depois, precisou financiar a casa própria. Moradora de Fernando de Noronha, Clarissa havia resolvido voltar para o Recife. “Logo no início, fiquei em apartamento de aluguel. Mas me interessei por um imóvel e vi nele a grande oportunidade de realizar um sonho”, continua.

Nos dois casos, a solução atendeu pelo nome de cooperativa de crédito, uma instituição financeira formada pela associação de pessoas e com os mesmos produtos oferecidos nos bancos comuns, como cartão de crédito e débito, conta corrente, investimentos e seguros. Por ser funcionária pública, ela se filiou à cooperativa Sicredi Pernambucred, cooperativa voltada para os servidores federais, estaduais e municipais que trabalham em Pernambuco.

Uma das diferenças da cooperativa para os demais bancos é que o “lucro”, que eles chamam de “resultado”, é distribuído entre os associados ao fim de cada ano. Além disso, há um atendimento personalizado e taxas mais baixas. “O gerente me atendeu de forma muito clara, muito acessível. Essa coisa de nos atender de forma familiar, respeitando, escutando, vendo as nossas necessidades. Isso dá muita credibilidade no trabalho deles”, diz Clarissa.



Através do Sicredi, ela conseguiu um empréstimo consignado, primeiro para quitar os débitos e, depois, para financiar o novo apartamento. “Eu fiz um empréstimo consignado, descontado em folha, com taxas fixas. Foi o que me proporcionou as taxas de juros mais baixas. Mensalmente, eu acompanho o débito desse empréstimo no meu contracheque. É algo muito seguro. Eu não ficava presa a nenhum boleto”, afirmou.

"O consignado é uma modalidade de empréstimo efetuada principalmente aos servidores públicos. Eles têm a garantia de que o Estado vai fazer a reserva no contracheque da parcela que ele se obrigou a pagar", explica o presidente executivo da cooperativa Sicredi Pernambucred, Giovanni Prado. Todos os servidores dos poderes legislativo, executivo e judiciário podem solicitar esse empréstimo, já que todos eles podem se filiar ao Sicredi. O benefício também se estende aos funcionários de empresas filiadas à cooperativa.

Clarissa não tem dúvidas de que teve ajuda na hora de realizar o sonho dela. “Não é fácil você sair de toda uma acomodação, toda uma estrutura como eu tinha em Noronha, com a minha família formada lá, e de repente ter que começar tudo de novo aqui em Recife. Hoje, eu consigo dizer que o Sicredi me permitiu essa estabilidade. Eu comecei novamente, do zero, hoje com meu apartamento próprio, tendo mais uma convicção dos meus sonhos. E outros planos já estão vindo aí”, finaliza.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM