Jornal do Commercio
POLO DE CONFECÇÕES

Rota do Mar investe R$ 800 mil em Toritama, no Agreste

Marca amplia loja e abre uma nova na cidade, uma das principais do Polo de Confecções de Pernambuco

Publicado em 30/08/2017, às 07h15

Diretor da marca, Arnaldo Xavier se diz confiante no Polo e no País / Foto: Guga Matos/ JC Imagem
Diretor da marca, Arnaldo Xavier se diz confiante no Polo e no País
Foto: Guga Matos/ JC Imagem
Da editoria de Economia

De olho nas vendas do segundo semestre deste ano, a Rota do Mar inaugura nesta próxima sexta-feira (1º) dois grandes investimentos na cidade de Toritama, no Agreste de Pernambuco. Com um montante de R$ 800 mil, a marca de moda surf e streetwear montou uma nova loja na cidade e expandiu uma unidade já existente, reforçando sua presença em um dos mais importantes pontos do Polo de Confecções do Estado.

O maior investimento, de R$ 500 mil, foi aplicado na expansão da loja que a empresa já havia no centro da cidade, que agora conta com 400 metros quadrados, tornando-se uma das maiores lojas da marca. A nova unidade foi erguida dentro do Parque das Feiras, local onde se concentram diversos produtores locais. Com os dois empreendimentos, a empresa gerou, de início, mais vinte postos de trabalho. A empresa planeja, ainda, a construção de uma nova loja em Caruaru, também no Agreste.



“Apesar da crise, o que estamos tentando fazer é não se abater, agir contra ela, não só ficar esperando que ela passe. Tentamos acreditar no País, apesar de tudo. E isso vem dando certo nos 21 anos de empresa, por isso acreditamos no nosso potencial, no potencial do Polo de Confecções”, afirma o diretor da Rota do Mar, Arnaldo Xavier.

VENDAS

Segundo ele, a empresa havia identificado aumento relevante da demanda na cidade de Toritama. A Rota do Mar já possui duas unidades nas duas outras cidades mais importantes do Polo, Santa Cruz do Capibaribe e Caruaru. O foco, agora, é incrementar as vendas no fim do ano, que já começam a ser sentidas na segunda quinzena de setembro, com a passagem do inverno e a procura por roupas mais leves. Para todo o ano, a expectativa inicial era de um crescimento de 12% na comparação de 2016, número que Arnaldo ainda aguarda mais alguns meses para consolidar.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM