Jornal do Commercio
Preparação

Tite deve manter quarteto ofensivo na estreia contra a Suíça

Treinador usou mesma escalação que bateu a Áustria em treino nesta quarta

Publicado em 13/06/2018, às 16h44

Treinador aposta no poder ofensivo para bater a Suíça / AFP
Treinador aposta no poder ofensivo para bater a Suíça
AFP
JC Online

A formação ofensiva que venceu a Áustria no amistoso do último domingo deve ser mantida para a estreia do Brasil na Copa do Mundo da Rússia, contra a Suíça, no domingo que vem. Pelo menos é o que indicou o treinamento desta quarta-feira, em Sochi.

Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Willian, Coutinho e Neymar; Jesus. Essa foi a equipe que Tite apostou como titular na atividade que só teve 20 minutos abertos à imprensa que está em solo russo.



Com esse time em campo, a seleção brasileira fez 3 a 0 na Áustria. Os gols foram de Jesus, Neymar e Coutinho, no que foi o último duelo preparatório para a Copa do Mundo.

A escalação ofensiva é uma aposta de Tite para bater a Suíça, em Rostov-on-Don. O quarteto ofensivo será a arma da seleção contra retrancas fortes, como a do adversário da estreia. Brasil e Suíça estão no Grupo E com Costa Rica e Sérvia.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior
Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM