Jornal do Commercio
mercado

Luis Fabiano posta camisa do Vasco e avisa: ''falta pouco''

Atacante brasileiro, Luis Fabiano está satisfeito com retorno ao Rio de Janeiro para defender o Vasco nos próximos dois anos

Publicado em 17/02/2017, às 09h33

Luis Fabiano passou um ano no futebol da China e fez 23 gols na temporada / Reprodução/Intagram
Luis Fabiano passou um ano no futebol da China e fez 23 gols na temporada
Reprodução/Intagram
JC Online

A torcida do Vasco está prestes a comemorar a chegada do seu mais novo reforço. Na madrugada de sexta-feira, Luis Fabiano publicou uma foto da camisa do clube alvinegro em suas redes sociais. O atacante confirmou sua ida para o Rio e disse que está ''a caminho da cidade maravilhosa''.

A caminho da cidade maravilhosa.. #LF9 #faltapouco #vascodagama #tachegandoahora #okaosocomeçoufabulosochegou

Uma publicação compartilhada por Luis Fabiano Clemente (@luisfabianooficial) em Fev 16, 2017 às 9:22 PST

O jogador estava no Tianjin Quanjin, da China, e esperava a liberação dos documentos  para retornar ao Brasil. No Vasco, o contrato de Luis Fabiano deverá ser de duas temporadas. Ele, inclusive, já está inscrito no Campeonato Carioca, no lugar de Éder Luís, que ficou fora dos planos do técnico Cristóvão Borges para a competição estadual. 

NA CHINA

A contratação deverá ser concluída após Luis Fabiano rescindir o contrato com o Tianjin Quanjian. Ele ficou só um ano na China, onde marcou 23 gols. Artilheiro, foi eleito também o melhor jogador da segunda divisão chinesa, ajudando o clube no acesso à elite do futebol do país.

 

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM