Jornal do Commercio
bronca

Clube de Pernambuco é suspenso pelo STJD por dívida de R$ 100

O Serra Talhada pagou a dívida e deve retornar ainda nesta terça-feira, de acordo com presidente da Federação Pernambucana de Futebol

Publicado em 20/03/2017, às 17h31

Presidente da FPF afirma que dívida foi paga / Acervo JC Imagem
Presidente da FPF afirma que dívida foi paga
Acervo JC Imagem
Karoline Albuquerque
Do Blog do Torcedor

O Serra Talhada está momentaneamente suspenso da disputa do Campeonato Brasileiro da Série D. A decisão do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) afastou o time do Sertão do Pajeú por causa de uma dívida de R$ 100. Porém, como o montante foi pago, nesta terça-feira (21) o Serra retorna à competição.

De acordo com o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF) Evandro Carvalho, a suspensão aconteceu por uma prática do STJD de julgar os clubes com dívidas e suspendê-los automaticamente, uma exigência do Profut. Entre outros objetivos, o Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro detalha o parcelamento dívidas dos clubes de futebol com a União.

VAGA

O Serra Talhada assegurou a vaga na Série D ao ficar na 2ª colocação do Hexagonal da Permanência do Campeonato Pernambucano de 2016. O time está no Grupo A8 da competição desta temporada, com Campinense, Fluminense de Feira e Itabaiana. A estreia está marcada para o dia 21 de maio, contra o time paraibano.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM