Jornal do Commercio
bronca

Clube de Pernambuco é suspenso pelo STJD por dívida de R$ 100

O Serra Talhada pagou a dívida e deve retornar ainda nesta terça-feira, de acordo com presidente da Federação Pernambucana de Futebol

Publicado em 20/03/2017, às 17h31

Presidente da FPF afirma que dívida foi paga / Acervo JC Imagem
Presidente da FPF afirma que dívida foi paga
Acervo JC Imagem
Karoline Albuquerque
Do Blog do Torcedor

O Serra Talhada está momentaneamente suspenso da disputa do Campeonato Brasileiro da Série D. A decisão do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) afastou o time do Sertão do Pajeú por causa de uma dívida de R$ 100. Porém, como o montante foi pago, nesta terça-feira (21) o Serra retorna à competição.

De acordo com o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF) Evandro Carvalho, a suspensão aconteceu por uma prática do STJD de julgar os clubes com dívidas e suspendê-los automaticamente, uma exigência do Profut. Entre outros objetivos, o Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro detalha o parcelamento dívidas dos clubes de futebol com a União.

VAGA

O Serra Talhada assegurou a vaga na Série D ao ficar na 2ª colocação do Hexagonal da Permanência do Campeonato Pernambucano de 2016. O time está no Grupo A8 da competição desta temporada, com Campinense, Fluminense de Feira e Itabaiana. A estreia está marcada para o dia 21 de maio, contra o time paraibano.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM